Meus 25 Pontos

Crônica de Fausto Wolff

282 0

Crônica de Fausto Wolff

Certamente a parte do povo que ainda pensa e que a televisão e os reclames da internet não conseguiram alienar; aqueles que estão acima da faixa da miséria física e mental devem estar se perguntando: “Como pudemos ser tão trouxas?. A coisa toda tornou-se óbvia no momento em que Lula disse pela primeira vez “Fome Zero”! Não adianta chorar sobre o leite derramado. Temos que aproveitar ao máximo os pontos positivos da tragédia. Positivos? É isso mesmo. Agora só um débil mental de carteirinha desconhece o que o poder sempre fez com o povo deste país. Pela primeira vez na nossa História o poder está de calças arreadas num canto, holofotes na cara e continua fingindo que não é com ele. Qual a linha de ação que devemos tomar? Permitam-me algumas sugestões:

1) O que precisamos deixar bem claro é que não agüentamos mais os crimes cometidos desde 1964, passando pelas privatizações de FHC e que desembocam no que se vê hoje no Legislativo, no Executivo no Judiciário;

2) Depois que as causas que geraram a roubalheira forem exterminadas como sarna, devemos pensar num grande partido de esquerda composto dos petistas de esquerda e pelo pessoal do PPS, PC do B, PDT, PSB, PSOL e outras siglas decentes mas de menor expressão. Este partido poderá comandar uma grande reforma política;

3) Durante a reforma política os homens e mulheres de bem deste país devem levar em conta que o germe da corrupção está instalado no DNA da maioria dos políticos que não pretendem largar o osso e deles nada mais se pode esperar Temos de varrê-los até as respectivas latas de lixo e lá deixá-los trancados.

4) A comissão de pessoas de bem – representantes do povo, da classe média e da elite – de acordo com a proporcionalidade – deverão ter vidas ilibadas e contas bancárias abertas às vistas de todos. Quem mentir terá seus bens confiscados e será expulso do país.

5) Ficará proibida a nomeação ou eleição de qualquer parente para qualquer cargo público até quinto grau;

6) O candidato que gastar em campanha mais do que ganhará em um mês de vencimentos, será cassado caso ganhe a eleição;

7) As contas bancárias de qualquer funcionário público nomeado ou eleito deverão estar à disposição para vistoria de qualquer cidadão;

8 ) A capital federal será transferida para o Rio de Janeiro onde os políticos não poderão permanecer escondidos eternamente atrás dos vidros fumês de suas coberturas ou atrás dos vidros blindados das suas Mercedes;

9) Brasília será transformada na Las Vegas brasileira na qual só poderão jogar turistas;

10) Os currais eleitorais onde se compram votos serão desmantelados, pois os que deles fazem uso certamente não preencherão as exigências para serem candidatos;

11) O salário de nenhum vereador, deputado ou senador poderá ultrapassar vinte salários mínimos;

12) Cada detentor de cargo eletivo terá direito a uma secretária e um contínuo. Todas as demais mordomias serão proibidas.

13) Todo funcionário público graduado – e isso vale para os políticos – não poderá exercer qualquer outra função pública ou privada;

14) O Estado não se responsabilizará mais pelo pagamento de casas, e passagens aéreas dos servidores públicos exceto quando a serviço;

15) Qualquer lavagem de dinheiro e remessa para o exterior será julgado crime grave passível de degredo.

16) A reforma política incluirá confisco de bens e expulsão do país de todos os milionários em débito com o fisco e dará prioridade à reforma agrária, educacional, sanitária, ferroviária, ligando norte, sul, leste e oeste do país através de trens e de transporte fluvial;

17) Suspensão da dívida externa até que não exista mais um brasileiro sem casa, sem escola, hospital e sem trabalho;

18) Todos os partidos políticos terão de demonstrar publicamente sua plataforma e ela, de um modo ou de outro, terá de rezar pela cartilha do bem público;

19) Não serão admitidos mais de cinco partidos políticos: extrema esquerda, esquerda, centro, direita e extrema direita;

20) O parlamentar que for eleito por um partido terá de permanecer nele até as próximas eleições sob pena de perder o mandato;

21) A justiça em suas várias formas, sempre que o caso não dependa mais de investigação, terá no máximo um mês para dar a sentença ou, em caso da dívida ser do Estado, pagá-la;

22) As terras não produtivas serão compradas pelo governo para fim de reforma agrária de acordo com o imposto pago pelo latifundiário;

23) Para verificar se o novo salário mínimo é suficiente para manter um trabalhador, mulher e dois filhos pequenos, será sorteado o filho de um senador ou deputado e ele tentará viver com a quantia estipulada. Será vigiado constantemente para que não peça ajuda a ninguém até desistir ou provar que é possível viver com dignidade com o salário mínimo;

24) Toda a agência que divulgar propaganda de TV enganosa ou mentirosa induzindo o povo a comprar o que não precisa será fechada;

25) O Estado será responsável e poderá ser processado por qualquer um se não garantir casa, educação, saúde e emprego a todo o cidadão.

Não chego ao exagero do leitor revoltado Elídio José de Oliveira Gonçalves, de Brasília que sugere a convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte. Dela só se poderão fazer parte aqueles que jamais ocuparam cargo públicos ou o forem parentes mesmo que remotos de qualquer político. No mais, pediria aos leitores que enviem suas críticas e sugestões. Precisamos urgentemente de um país onde o povo seja senhor do seu destino!



No artigo

x