Em MS, 1,2 mil mulheres devem ser indiciadas por aborto

A polícia está indiciando mulheres suspeitas de praticar aborto em uma clínica de Campo Grande (MS). O número total de envolvidas no caso e que devem passar por uma investigação é de 1.250 mulheres....

115 0

A polícia está indiciando mulheres suspeitas de praticar aborto em uma clínica de Campo Grande (MS). O número total de envolvidas no caso e que devem passar por uma investigação é de 1.250 mulheres. Até o início de novembro,150 pessoas já foram indiciadas, dentre as quais funcionários da clínica, pacientes atendidas entre os anos de 2000 e 2002 e seus companheiros.

Segundo a delegada da Polícia Civil Regina Márcia Rodrigues da Mota, responsável pelas investigações, foram inicialmente apreendidas cerca de 10 mil fichas de pacientes que passaram em consulta na clínica no período. Destas, apenas as que apresentavam provas suficientes e estavam dentro do prazo para abertura de inquérito foram consideradas.

O caso veio à tona em março do ano passado, quando uma reportagem denunciou as atividades irregulares de uma clínica de planejamento familiar, localizada na área central da capital de Mato Grosso do Sul.

(Com informações do G1)

Leia também

Nas Bancas: O aborto dos outros Por Brunna Rosa
Documentário de Carla Gallo acompanha situações legais de interrupção de gravidez em hospitais públicos e retrata a urgência de um debate mais amplo sobre o tema

 



No artigo

x