Massacre contra estudantes em Tlatelolco completa 40 anos

Monumento ao Massacre de Tlatelolco Nesta quinta-feira 2, o massacre contra estudantes em Praça das Três Culturas, em Tlatelolco, México, completa...

133 0

Monumento ao Massacre de Tlatelolco

Nesta quinta-feira 2, o massacre contra estudantes em Praça das Três Culturas, em Tlatelolco, México, completa 40 anos. Os estudantes da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Autônoma de Chiapas vão realizar uma marcha, às 16h, nesta quinta-feira, às 16h, partindo da Faculdade de Ciências Sociais em direção ao centro da cidade para terminar com uma manifestação política e cultural na Praça da resistência.

Segundo os estudantes, a realização da marcha é um imperativo para reivindicar a luta dos que morreram por uma transformação da sociedade que permitisse obter melhores condições de vida. Eles acusam como responsáveis diretos Gustavo Díaz Ordaz e Luís Echeverría, presidente da República e secretário de Governo, respectivamente, além dos corpos policiais e elementos do Exército mexicano, Força Aérea e grupos de Guardas Brancas.

"No movimento estudantil-popular de 1968 foram masacrados mais de 400 pessoas por ordens do ex-presidente Gustavo Díaz Ordaz e seu cúmplice Luís Echeverría Alvarez, que atuava como secretário de Governo. Esse crime de lesa humanidade que mesmo após 40 anos de seu execução ainda segue impune, não responsabilizaram nem castigaram aqueles que ordenaram e aqueles que executaram", afirma o convite.

Saiba Mais

Um genocídio ainda impune Por Brunna Rosa
Massacre de Tlatelolco, no México, está prestes a completar 40 anos e o número de mortos ainda é incerto. Evento foi o ápice de uma escalada de enfrentamentos entre o Estado e o povo mexicano

Confira as imagens do Massacre

Assista ao documentário "As sombras de Tlatelolco", no canal da Fórum no Youtube.

Leia o especial sobre o Massacre de Tlatelolco produzido pelo jornal La Jornada



No artigo

x