Paramilitares colombianos incineraram suas vítimas

Iván Laverde Zapata, membro da organização paramilitar de extrema direita colombiana Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), afirmou perante o juiz da comissao Justica e Paz que para desaparecerem com os cadáveres da vítimas da...

116 0

Iván Laverde Zapata, membro da organização paramilitar de extrema direita colombiana Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), afirmou perante o juiz da comissao Justica e Paz que para desaparecerem com os cadáveres da vítimas da organização, incineravam-nos em um forno de barro, localizado no bairro Norte de Santander.

Laverde Zapada afirmou ainda que o forno foi construído em 2001 e que incinerou 28 corpos. Antes do forno os corpos eram sepultados em fossas.

Outra confissão do paramilitar foi que em 2003 construiram outro forno, desta vez em Patolandia. No total foram incinerados 100 corpos de pessoas.

Leia também

Comunidades em Resistência na Colômbia Por Maria Luisa Mendonça
O Fórum Mundial das Migrações denunciou o governo de Álvaro Uribe por implementar a chamada “para-política”



No artigo

x