Ativistas denunciam perseguição às Católicas pelo Direito de Decidir

A organicação não-governamental Católicas pelo Direito de Decidir é alvo de perseguição e de tentativa de de criminalizar suas suas integrantes. A denúncia foi feita durante o FSM. "Uma de nossas companheiras foi alvo...

151 1

A organicação não-governamental Católicas pelo Direito de Decidir é alvo de perseguição e de tentativa de de criminalizar suas suas integrantes. A denúncia foi feita durante o FSM. "Uma de nossas companheiras foi alvo de uma denúncia, acusada de fazer apologia ao aborto e facilitação de crime, mas estamos aguardando a posição do Ministério Público Federal sobre nossa solitação em não apresentar esclarecimentos na delegacia", explicou a ativista Dulce Xavier.

Favorável à autonomia dos direitos da mulher e contra a criminalização, o grupo e referencia nos debates sobre o tema desde 1993, como uma rede latino-americana pela igualdade nas relações de gênero e pela cidadania das mulheres.

Dulce afirma que a denúncia foi feita anonimamente por alguém que participou de uma palestra que Rosângela Talib, na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba. Por e-mail, o denunciante notificou a promotoria de Justiça do estado do Paraná. "A denúncia afirma que a organização informa às mulheres quais profissionais e serviços prestam atendimento seguro", detalha a ativista. O processo, segundo ela, faz parte de uma articulação que quer criminalizar a luta pelos direitos das mulheres.

"Também denunciamos a existência de um processo de perseguição em curso no Brasil, com o indiciamento de mais de mil mulheres no Mato Grosso do Sul, e com a aprovação na Câmara dos Deputados de uma CPI da inquisição (do aborto), em dezembro de 2008. Esta CPI quer utilizar o Congresso nacional como instrumento de criminalização das mulheres e das organizações que apoiam as lutas por autonomia das mulheres" vaticina Dulce.



No artigo

1 comment

  1. Júlio L&aacut

    Como Católico,defendo o direito a vida desde o seu nascimento até a morte,defendo o direito de lvre expressão,sou contra a persguição ás católicas pelo direito de decidir,pois num pais que se diz democratico,deve haver o respeito pela opinião diverente da minha, o caso de perseguição as católicas pelo direito de decidir ,mostra a face totalitaria que temos em nosso pais,e totos os humanistas devemos denunciar está agressão as católicas pelo direito de decidir.por uma democracia plena e participativa que respeite as diferenças .

Comments are closed.


x