Diario de Che Guevara será distribuído por governo boliviano

O governo da Bolívia publicará o diário que o famoso guerrilheiro Che Guevara escreveu durante sua campanha de 12 meses na selva boliviana. A edição em fac-símile de mil exemplares dos diários escritos de...

153 2

O governo da Bolívia publicará o diário que o famoso guerrilheiro Che Guevara escreveu durante sua campanha de 12 meses na selva boliviana. A edição em fac-símile de mil exemplares dos diários escritos de próprio punho pelo guerrilheiro será lançada na VII Cúpula da Alba (Aliança Bolivariana para Nossa América), que acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro, em Cochabamba.

O ministro da Cultura, Pablo Groux explicou que a publicação será idêntica ao diario original e que será distribuída sem nenhum custo, a instituições culturais e bibliotecas públicas do país e de membros da Alba. "Este documento se encontra em qualidade de segredo de Estado desde o ano de 1985, nos cofres do Banco Central da Bolívia e agora será posto à disposição dos cidadãos", disse o ministro.

O diário começa a ser publicado 43 anos após a primeira das anotações realizadas por Che em 7 de novembro de 1966, quando ingressou na Bolívia para encabeçar um movimento insurgente revolucionário no sudeste do país. O manuscrito foi confiscado pelo Exército da Bolívia quando Che foi capturado e fuzilado em outubro de 1967.

Os originais escritos pelo próprio Che foram resgatados pelo ministério das Relações Exteriores da Bolívia de uma casa em Londres. Não se sabe como os textos foram parar na Grã-Bretanha. As memórias de Che estão registradas em um caderno escolar com espiral, em uma agenda de origem alemã com o ano de 1967 escrito na capa e uma caderneta de anotações.

Com informações do Vermelho.org.



No artigo

2 comments

  1. GERALDO CLEMENTINO DOS SANTOS(KAJURU)

    Parabéns ao gov boliviano,por está divulgação do diário do homen que se tornou um mito e o ícone do século xx.Gostária muito de tê um destes diários.Que nestas pginas esteja registrada esta mensagem dele:“Que importa o lugar em que a morte nos supreenderá?Que ela seja bém vinda,contanto que nosso grito seja ouvido,que outra mão se estenda para empunhar nossas armas e que outros hamens se levantem para entoar os cantos fúnebres em meio ao crepitar das metralhadoras e dos novos gritos de guerra e de vitórias“. (chê).

  2. GERALDO CLEMENTINO D

    Parabéns ao gov boliviano,por está divulgação do diário do homen que se tornou um mito e o ícone do século xx.Gostária muito de tê um destes diários.Que nestas pginas esteja registrada esta mensagem dele:“Que importa o lugar em que a morte nos supreenderá?Que ela seja bém vinda,contanto que nosso grito seja ouvido,que outra mão se estenda para empunhar nossas armas e que outros hamens se levantem para entoar os cantos fúnebres em meio ao crepitar das metralhadoras e dos novos gritos de guerra e de vitórias“. (chê).

Comments are closed.


x