Especialistas peruanos recomendam suspender negociações com o Brasil

Especialistas recomendaram congelar as negociações entre o Peru e Brasil até que seja implementado um Plano de Desenvolvimento da Amazônia, pois do contrário poderão ser construídas centrais hidroelétricas que cortarão o fluxo dos rios,...

158 1

Especialistas recomendaram congelar as negociações entre o Peru e Brasil até que seja implementado um Plano de Desenvolvimento da Amazônia, pois do contrário poderão ser construídas centrais hidroelétricas que cortarão o fluxo dos rios, estradas, hidrovias, o qual serviria evidentemente para extrair petróleo, gás, madeira e minerais. Estes impactos mudariam para sempre a Amazônia do Peru.
Marc Dourojeanni, agrônomo e agente florestal, recomendou que sejam congeladas as negociações com Brasil para conceder os direitos sobre os recursos naturais da Selva, em especial os hídricos. Além disso, assinalou que deve se iniciar a preparação de um Plano de Desenvolvimento da Amazônia Peruana que, usando todas as opções disponíveis, brinde oportunidades claras e diretas para a participação informada da sociedade peruana, em especial a da Amazônia.

Por sua vez, Alberto Barandiarán, advogado e biólogo, agregou que se deve realizar um Plano de Desenvolvimento da Amazônia Peruana e quando esteja aprovado "deverá ser amparado por uma lei especial do Congresso que garanta sua aplicação fiel durante um prazo mínimo de vigência, que especifique o procedimento obrigatório para eventuais modificações".

Autores do livro Amazônia Peruana em 2001, os especialistas incluíram "criar, por decisão do Poder Executivo ou na sua falta do Legislativo, a instituição nacional com capacidade adequada para conduzir o mencionado processo nacional, multisetorial e amplamente participativo de planejamento e que seja cabeça de um verdadeiro Sistema Nacional de Planejamento com poder decisório".

Cabe ressaltar que nesta publicação os autores fazem um esforço para preencher o vazio de informação disponível ao público em quanto ao que, governo e investidores, planejam fazer na Amazônia peruana na próxima década.

"Revela-se ademais a existência de numerosos projetos -pouco divulgados- de exploração dos mais diversos recursos naturais da região e de outras tantas obras planificadas de infraestrutura, muitas delas de dimensões gigantescas, para facilitar a dita exploração".

Com informações da Adital.



No artigo

1 comment

  1. Ricardo Oliveira

    De pleno acordo. O desenvolvimento da amazônia peruana deve privilegiar os povos da floresta. Os indígenas da amazônia peruana devem ser os principais atores no desenvolvimento.

Comments are closed.


x