Festival Internacional de Cinema Ambiental pela primeira vez em São Paulo

O Cine-clube Socioambiental Crisantempo e a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciências e Cultura) promovem o Fica (Festival Internacional de Cinema Ambiental pela primeira vez em São Paulo, dias 8, 9...

225 0

O Cine-clube Socioambiental Crisantempo e a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciências e Cultura) promovem o Fica (Festival Internacional de Cinema Ambiental pela primeira vez em São Paulo, dias 8, 9 e 10 de outubro.

A mostra itinerante do FICA abre o I Ciclo de Filmes e Palestras do Cine-Clube Socioambiental Crisantempo, que inclui, além do Fica-SP, uma programação fixa todas as quartas-feiras com filmes e debates sobre diversos temas na área socioambiental.

O Fica é realizado anualmente na Cidade de Goiás desde 1999 pela Agência Goiana de Cultura – Agepe – e é um dos maiores festivais cinematográficos sobre o meio ambiente.

Foi criado com a finalidade de divulgar obras audiovisuais, com temática ambiental, produzidas em qualquer parte do mundo, e de promover uma interação entre cinema e ecologia através da discussão sobre a preservação do meio ambiente.

Por uma iniciativa da Sala Crisatempo e da Unesco, o Fica acontece pela primeira vez em São Paulo durante 3 dias com os filmes vencedores da décima edição do Festival.

Entre eles, "Delta, o Trabalho Sujo do Petróleo", sobre o vazamento de petróleo e a rotina dos moradores da região; "A Barganha Assassina", sobre as condições sob as quais alguns bens de consumo são produzidos, e "A Lenda da Terra Dourada", sobre migrantes que trabalham em fazendas de gados sendo tratados como escravos no Pará.

Serviço:

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA AMBIENTAL (FICA)

Data: 08 a 10 de outubro
Local: Sala Crisantempo – Rua Fidalga, 521 – Vila Madalena – tel. (11) 3819 2287
Entrada franca

P R O G R A M A Ç Ã O

8/10 – QUARTA-FEIRA

15h Lições tardias para avisos antecipados – Melhor série ambiental de TV e melhor filme na opinião do público.
Diretor: Jakob Gottshau – Dinamarca – 58 min – série televisiva, 20061o. capítulo: Epidemia do cigarro – 29 min2o. capítulo: Veneno mortal – 29 min

16h Benzeduras – Melhor produção goiana.Diretor: Adriana Rodrigues – Brasil (GO) – 72 min – documentário, 2007

17h Uma barganha assassina Diretor: Tom Heinemann – Dinamarca – 57 min – documentário, 2006

18h Batida na floresta – Melhor média–metragem e troféu imprensa.
Diretor: Adrian Cowell – Reino Unido/Brasil – 58 min – documentário, 2006

19h A lenda da terra dourada Diretor: Stéphane Brasey – Suíça – 54 min – documentário, 2007

20h Jaglavak, príncipe dos insetos – Melhor obra do festival.
Diretor: Jerôme Raynaud – França – 52 min – documentário, 200621h Delta, o jogo sujo do óleo – Melhor longa–metragem. Diretor: Yorgos Avgeropoulos – Grécia – 64 min – documentário, 2006

22h Os olhos fechados da América Latina Diretor: Miguel Mirra – Argentina 84 min – documentário Ano?

9/10 – QUINTA-FEIRA

13h30 Os olhos fechados da América Latina Diretor: Miguel Mirra – Argentina – 84 min – documentário

15h00 Delta, o jogo sujo do óleo – Melhor longa–metragem. Diretor: Yorgos Avgeropoulos – Grécia – 64 min- documentário, 200616h Jaglavak, príncipe dos insetos – Melhor obra do festival.
Diretor: Jerôme Raynaud – França – 52 min – documentário, 2006

17h A lenda da terra dourada – Diretor: Stéphane Brasey – Suíça – 54 min – documentário, 2007

18h Lições tardias para avisos antecipados – Melhor série ambiental de TV e melhor filme na opinião do público.
Diretor: Jakob Gottshau – Dinamarca – 58 min – série televisiva, 2006 1o. capítulo: Epidemia do cigarro – 29 min2o. capítulo: Veneno mortal – 29 min

19h Benzeduras – Melhor produção goiana.Diretor: Adriana Rodrigues – Brasil (GO) – 72 min – documentário, 2007

20h Uma barganha assassina – Diretor: Tom Heinemann – Dinamarca – 57 min – documentário, 2006

21h Batida na floresta – Melhor média–metragem e troféu imprensa.
Diretor: Adrian Cowell – Reino Unido/Brasil – 58 min – documentário, 2006

22h Delta, o jogo sujo do óleo – Melhor longa–metragem. Diretor: Yorgos Avgeropoulos – Grécia – 64 min – documentário, 2006

10/10 – SEXTA FEIRA

15h Jaglavak, príncipe dos insetos – Melhor obra do festival.
Diretor: Jerôme Raynaud – França – 52 min – documentário, 2006

16h Batida na floresta – Melhor média–metragem e troféu imprensaDiretor: Adrian Cowell – Reino Unido/Brasil – 58 min – documentário, 2006

17h Benzeduras – Melhor produção goiana.Diretor: Adriana Rodrigues – Brasil (GO) – 72 min – documentário, 2007

18h Uma barganha assassina – Diretor: Tom Heinemann – Dinamarca – 57 min – documentário, 2006

19h A lenda da terra dourada – Diretor: Stéphane Brasey – Suíça – 54 min – documentário, 2007

20h Delta, o jogo sujo do óleo – Melhor longa–metragem Diretor: Yorgos Avgeropoulos – Grécia – 64 min- documentário, 2006

21h Lições tardias para avisos antecipados – Melhor série ambiental de TV e melhor filme na opinião do público.
Diretor: Jakob Gottshau – Dinamarca – 58 min – série televisiva, 20061o. capítulo: Epidemia do cigarro – 29 min2o. capítulo: Veneno mortal – 29 min

22h Os olhos fechados da América Latina Diretor: Miguel Mirra – Argentina 84 min – documentário

Confira mais detalhes no site do evento



No artigo

x