Futepoca: Surpresas na reta final

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) decolou na reta final e virou a disputa em São Paulo. Se a virada sobre o terceiro colocado Geraldo Alckmin já estava consolidada, a superação da petista Marta Suplicy...

128 0

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) decolou na reta final e virou a disputa em São Paulo. Se a virada sobre o terceiro colocado Geraldo Alckmin já estava consolidada, a superação da petista Marta Suplicy não foi sequer apontada pelas pesquisas de boca-de-urna. Tudo livre para o preferido de José Serra, que não mobilizou nem sua ampla calva pela campanha do correligionário de partido – aquele que dizia que "estava com o PSDB", ou seja, o próprio partido. Soninha também avisou que não vai de Marta nem que a vaca tussa.

Para quem teve menos votos no primeiro turno do que em 2000 e 2004, Marta terá que achar um discurso melhor do que comparar gestões. Kassab tem entre 48%, a mesma de Marta na eleição de 2004, ao que consta, embora tenha terminado com mais. Como a campanha do prefeito tem o "apoio" de Kassabinho, o boneco, e agilidade para responder, será uma reversão difícil.

Já Fernando Gabeira (PV) mostrava que ia disputar o segundo turno com Eduardo Paes (PSDB) nas pesquisas de sábado. Até o prefeito e ex-blogueiro César Maia previa o resultado. Quem diria, o tucano Eduardo Paes busca agora apoio de Lula. Gabeira deixou a pecha de "candidato da Zona Sul".

Em Belo Horizonte, a surpresa foi por haver segundo turno. Márcio Lacerda (PSB) tem o apoio formal de Fernando Pimentel (PT), atual prefeito, e apoio informal mas explícito até em propaganda eleitoral do governador tucano Aécio Neves. A solução foi a forma de viabilizar a articulação tucano-petista na capital mineira sem afrontar a determinação da Executiva Nacional do PT. Leonardo Quintão (PMDB) surpreende pelo crescimento no final.

Nas capitais, o PT fez cinco prefeitos em primeiro turno e tem mais quatro na disputa. O PMDB pode chegar a sete capitais caso vença nas cinco que disputa segundo turno. O PSDB também fez dois e pode chegar, no máximo, a cinco.

A íntegra está no site Futepoca



No artigo

x