Indígenas realizam evento preparatório para o Fórum Social Mundial

Para definir posições claras e estratégias durante o Fórum Social Mundial, que acontecerá em Belém do dia 26 de janeiro ao dia 1º de fevereiro, a Aliança Amazônica, desenvolveu uma série de atividades paralelas,...

116 0

Para definir posições claras e estratégias durante o Fórum Social Mundial, que acontecerá em Belém do dia 26 de janeiro ao dia 1º de fevereiro, a Aliança Amazônica, desenvolveu uma série de atividades paralelas, a serem realizadas nos dias 20, 21, 22, 23, 25 e 26 deste mês, na capital paraense, Belém. Com os eventos, os indígenas esperam apresentar uma proposta coesa para políticas indígenas e um manifesto em defesa do planeta.

Dois temas foram definidos como ‘grandes ameaças‘ e estarão na pauta dos debates: As mudanças Climáticas, incluindo especialmente propostas para Redução de Emissões de Desmatamento e Degradação Florestal (REDD) e os mega projetos de desenvolvimento e seus impactos cumulativos, como foco na Iniciativa de Integração da Infra-Estrutura Regional na América do Sul (IIRSA).

Os encontros se iniciaram nessa terça-feira (20/01) com a reunião nacional da Aliança Amazônica Brasil. Nela, as causas e impactos das mudanças climáticas na Amazônia e o desenvolvimento de uma resposta unificada de diversas organizações brasileiras será discutido. Este evento será realizada até o dia 23 de janeiro. Do dia 25 ao dia 26, haverá outra reunião preparatória do Movimento Amazônico para o Fórum Social Mundial.

A 9ª edição do FSM espera receber uma participação recorde de indígenas. Segundo a coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab) está prevista a participação de cerca de 3 mil indígenas de todo o mundo durante o evento.

Aproximadamente 27% do território amazônico é ocupado por terras indígenas e 10% de toda a população da América Latina, o equivalente a 44 milhões de pessoas é composta por 522 povos tradicionais de diferentes etnias.

Pós Fórum
Nos dias 3 e 4 de fevereiro os participantes dos debates farão uma avaliação e pretendem realizar um planejamento com ações futuras.

(Envolverde/Amazônia.org.br)



No artigo

x