Intensificada campanha pelo uso do nome social de travestis

Já são 10 os estados envolvidos na luta para que a rede pública de ensino aceite o uso do nome social de travestis e transgêneros nas matrículos e outros documentos escolares. A Associação Brasileira...

124 0

Já são 10 os estados envolvidos na luta para que a rede pública de ensino aceite o uso do nome social de travestis e transgêneros nas matrículos e outros documentos escolares.

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT) entrou com pedidos perante os Conselhos Estaduais de Educação de Minas Gerais, Paraná, Piauí, Goiás, Bahia, Distrito Federal, Ceará, Mato Grosso do Sul, Roraima e Tocantins. Todos esses estados têm movimentos LGBTs articulados, o que possibilitou a intervenção da entidade.

A Associação pede que organizações dos demais estados se mobilizem e solicitem à associação documentos que possam ser usados para embasar a proposta para o Conselho de Educação de seu respectivo estado.

A ABGLT espera que até 29 de janeiro todas as unidades da federação estejam envolvidas na campanha. 



No artigo

x