Israel erguerá muros contra imigrantes ilegais

Com o argumento do combate ao terrorismo e da imigração ilegal, Israel deve construir um novo muro localizado em dois pontos ao longo da fronteira com o Egito. O projeto deve custar cerca de...

141 0

Com o argumento do combate ao terrorismo e da imigração ilegal, Israel deve construir um novo muro localizado em dois pontos ao longo da fronteira com o Egito. O projeto deve custar cerca de 187 milhões de euros e tem como objetivo ser concluído no prazo de dois anos. Netanyahu afirmou que o país “não poder aceitar que Israel seja inundado por imigrantes ilegais” mas garantiu que o país continuará a receber refugiados vindos de zonas de conflito.

A maior parte dos imigrantes que tentam entrar ilegalmente em Israel provém da Eritreia, etíopes e sudaneses também estão entre as populações que mais têm procurado Israel como forma de fugir a pobreza e a miséria. Desde maio, pelo menos 17 migrantes foram mortos pela polícia egípcia, que diz estar tentando conter o tráfico de pessoas.

A construção vai bloquear as principais rotas de infiltração ao longo dos 266 km de fronteira – a cidade de Eilat, no Mar Vermelho, e as proximidades da Faixa de Gaza. Netanyahu considera que esta é uma decisão estratégica para garantir o caráter judeu e democrático de Israel.

Por Esquerda.net.



No artigo

x