Laudo médico questiona suicídio de Salvador Allende

LAUDO MÉDICO QUESTIONA SUICÍDIO DE SALVADOR ALLENDE  O ex-presidente chileno Salvador Allende pode não ter se suicidado com um tiro de fuzil, no dia 11 de setembro de 1973, enquanto o Palácio de La Moneda...

167 0

LAUDO MÉDICO QUESTIONA SUICÍDIO DE SALVADOR ALLENDE 

O ex-presidente chileno Salvador Allende pode não ter se suicidado com um tiro de fuzil, no dia 11 de setembro de 1973, enquanto o Palácio de La Moneda era bombardeado por forças militares do país.

Na véspera de se completarem 35 anos do golpe que pôs fim ao governo e causou a morte do líder socialista da Unidade Popular, uma nova versão para os acontecimentos veio à tona com a divulgação de um laudo do legista Luis Ravanal, noticiado nesta terça-feira, 9, pela revista El Periodista.

A reportagem aponta possíveis irregularidades cometidas no relatório de autópsia do corpo de Allende, realizada no Hospital Militar. Segundo a revista, algumas fotografias exigidas pela perícia para atestar o suicídio foram omitidas.

Segundo a agência de notícias Ansa, , a deputada Isabel Allende, filha do ex-presidente, disse que a nova versão é absurda. "Estamos um pouco cansados. De vez em quando, tenta-se fazer especulações", afirmou.

A parlamentar diz que continua a confiar na opinião dos médicos ligados à sua família. "A família Allende confia 100% na versão dos médicos que arriscaram a vida junto a ele [Salvador Allende]. Eles foram categóricos e não questiono sua versão."
Após os ataques, Allende foi retirado já morto do palácio presidencial. Seu corpo foi enterrado sem a presença de familiares em Valparaíso, 120 km a oeste de Santiago.



No artigo

x