Militantes do Movimento dos Atingidos por Barragens são libertados

Depois de quase 20 dias, 14 militantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), detidos em Tucuruí (Estado do Pará) foram soltos. A liberdade provisória foi concedida na tarde de hoje (15). Outras quatro...

99 0

Depois de quase 20 dias, 14 militantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), detidos em Tucuruí (Estado do Pará) foram soltos. A liberdade provisória foi concedida na tarde de hoje (15). Outras quatro pessoas permanecem detidas na Prisão Estadual Metropolitana de Belém. Segundo avaliação dos dirigentes do MAB, trata-se de clara perseguição política.

"Essas outras quatro pessoas continuam presas e com julgamento em andamento. O juiz avalia que são as principais lideranças e nós avaliamos que se trata de mais um exemplo de perseguição política e criminalização dos movimentos sociais", falou Rogério Hohn, integrante do MAB.

A prisão ocorreu durante as manifestações contra impunidade na região e pela reivindicação da pauta de mais de 25 anos dos atingidos e pescadores para Eletronorte e Governo do Estado.

Entidades de direitos humanos, pastorais e movimentos farão uma recepção aos libertos na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Com informações da Adital.



No artigo

x