Morales é favorito nas eleições de domingo

Cerca de 5 milhões de bolivianos residentes na Bolívia e em outros países irão ás urnas neste domingo para decidir sobre o futuro político de seus país de origem. A última pesquisa sobre as...

106 0

Cerca de 5 milhões de bolivianos residentes na Bolívia e em outros países irão ás urnas neste domingo para decidir sobre o futuro político de seus país de origem. A última pesquisa sobre as eleições indica que o presidente Evo Morales(MAS), candidato à reeleição, receberá por volta de 52% dos votos dos bolivianos.

A vantagem é de mais de 30% com relação ao candidato de oposição, Manfred Reyes Villa, do Plano Progresso para a Bolívia (PPB). As eleições também decidirão a composição do poder legislativo dos próximos cinco anos.

Reyes Villa é ex-governador de Cochabamba, região rica do país e onde Morales tem o menor índice de aprovação. Morales afirmou hoje em ato na cidade de El Alto, um de seus redutos políticos, que seu governo representa a a continuidade da luta contra o imperialismo e o capitalismo.

Eleito em 2003, Morales ainda disse que as mudanças políticas que foram efetuadas desde sua posse só puderam ser realizadas “graças à luta dos movimentos sociais, não só de Evo, nem de um partido, mas sim, do povo".

Uma das principais bandeiras de sua campanha foi a promessa de um programa de obras viárias, investimentos em serviços básicos e geração de energia. Morales também prometeu triplicar o valor da aposentadoria dos professores e dar um computador para cada docente como medidas para melhorar a educação.

Álvaro García Linera, candidato à vice-presidência na chapa com Morales, afirmou no ato que o objetivo do programa é “dar um salto industrial” e fazer com que a Bolívia alcance “um grande estado de proteção social".

Com informações de agências.



No artigo

x