Movimentação a favor do diploma ganha força

A movimentação a favor da volta da obrigatoriedade do diploma de curso superior para a prática do jornalismo ganha força no parlamento. Enquanto as atenções da mídia estavam voltadas para a renúncia de Sarney...

165 0

A movimentação a favor da volta da obrigatoriedade do diploma de curso superior para a prática do jornalismo ganha força no parlamento. Enquanto as atenções da mídia estavam voltadas para a renúncia de Sarney e a Câmara Federal prestava homenagens ao falecido deputado federal José Aristodemo Pinotti, o senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) apresentava sua proposta de emenda constitucional (PEC) que determina a volta da obrigatoriedade do diploma.

Os defensores da exigência, em especial a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) buscam na via parlamentar a saída para manter o exercício do jornalismo uma exclusividade dos graduados na área. Essa seria a única via de contornar a decisão do STF.

E a possível volta do diploma obrigatório ganhou novos adeptos. O senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) vai fazer um anexo à PEC de Valadares, uma forma de ratificar o apoio à medida. Na Câmara, a deputada Rebecca Garcia (PP-AM) está colhendo assinaturas para criar uma frente parlamentar em defesa da obrigatoriedade. em um único dia, 40 parlamentares aderiram à proposta e até terça-feira – quando tem um encontro com o presidente da casa Michel Temer (PMDB-SP), ela acredita ter colhido as 198 assinaturas necessárias para a criação da frente.

Veja na próxima edição da Fórum matéria especial a respeito da questão do diploma.

Leia também: Sobre a obrigatoriedade do diploma do jornalismo.

O tempo do fim da obrigatoriedade do diploma.



No artigo

x