Movimentos Sociais realizam vigília pela suspensão do leilão de áreas para exploração de petróleo

Foto: Integrantes da Via Campesina, Assembléia Popular e Sindicato dos Petroleiros ocupam prédio do Ministério de Minas e Energia em protesto contra a 10ª Rodada de Licitações de Blocos para Exploração e Produção de...

107 0

Foto: Integrantes da Via Campesina, Assembléia Popular e Sindicato dos Petroleiros ocupam prédio do Ministério de Minas e Energia em protesto contra a 10ª Rodada de Licitações de Blocos para Exploração e Produção de Petróleo. Por Antonio Cruz/ABr 

Os organizadores da campanha O Petróleo Tem que Ser Nosso marcaram para hoje, 17, uma vigília na Candelária, no Rio, a partir das 17h. É para protestar contra a 10ª Rodada de Licitações de Áreas para Exploração de Petróleo e Gás que a Agência Nacional do Petróleo (ANP) realiza amanhã, 18, e sexta-feira, 19 no Rio de Janeiro.

Ontem, 16, a Justiça Federal negou pedido de liminar impetrado pela Federação Única dos Petroleiros (FUP) para a suspensão do leilão. Na argumentação, a Justiça Federal no Rio de Janeiro alegou que a ação civil pública impetrada pela FUP é genérica, ao afirmar que os direitos em jogo ferem a soberania nacional e a ordem econômica.

Outras ações com o mesmo pedido ainda tramitam no Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Norte.



No artigo

x