MST faz jejum contra despejo e criminalização

As 400 famílias sem-terra, que estão acampadas em Nova Santa Rita , permanecem mobilizadas contra a ordem de despejo do Ministério Público Federal. Parte dessa resistência foi para a cidade protestar, numa ação direta...

139 0

As 400 famílias sem-terra, que estão acampadas em Nova Santa Rita [RS], permanecem mobilizadas contra a ordem de despejo do Ministério Público Federal. Parte dessa resistência foi para a cidade protestar, numa ação direta de cidadania.

Na manhã da segunda-feira, 4 de maio de 2009, 30 integrantes do MST acamparam em frente a sede do Ministério Público Federal de Porto Alegre. As famílias do acampamento Jair da Costa afirmam que o despejo do acampamento, que está dentro de um assentamento, é uma ação política e parte do processo de criminalização que os movimentos sociais sofrem no Rio Grande do Sul.

Saiba mais no Coletivo Catarse



No artigo

x