O sonho negro em exposição

A posse do primeiro presidente negro dos Estados Unidos se deu após 45 anos do discurso de Martin Luther King, “Eu tenho um sonho”, que marcou a luta do movimento negro pelo reconhecimento das diferenças...

222 0

A posse do primeiro presidente negro dos Estados Unidos se deu após 45 anos do discurso de Martin Luther King, “Eu tenho um sonho”, que marcou a luta do movimento negro pelo reconhecimento das diferenças e da coexistência das raças no país. Entre as duas pontas dessa história, prosseguia a busca pela verdadeira abolição da escravidão e pelo fim da dominação branca sobre os negros. Essas duas pontas serão apresentadas ao público na próxima sexta-feira, no Dia da Consciência Negra, no Museu Afro-Brasil, com a exposição Eu tenho um Sonho: de King a Obama – a saga negra do norte.

Além da trajetória desses dois símbolos das conquistas do movimento negro, fotos, desenhos, vídeos e objetos também retratam histórias de discriminação do sul escravocrata dos Estados Unidos, da eleição de Obama e da mobilização da população negra estadunidense pela garantia de seus direitos. Serão 100 imagens de fotógrafos da Associação Exposure Group (EG), fundada por fotógrafos afro-americanos e do fotógrafo pessoal de Barack Obama, Pete Souza.

Também haverá obras produzidas especialmente para a exposição, como as de Antonio Helio Cabral, Antonio Peticov, Granato, Claudio Tozzi, Floria Raiff, Helena Sardenberg, Melim, Nilton Mesquita, Futoshi Yoshizawa, Onesto e Gerge Peterson.

“Não é que já foi resolvido, porque isso não vai resolver nunca. Há sempre uma diferença entre um ser humano e outro, mas a questão é relativa às oportunidades e à igualdade”, diz Emanoel Araujo, curador da exposição e diretor do museu. A abertura da exposição ocorrerá no dia 20, às 18h. A exposição foi organizada com o apoio do Consulado Geral dos Estados Unidos e da Secretaria de Cultura do estado de São Paulo.

O museu apresentará também nesta semana outras atividades em razão do Dia da Consciência Negra. Na sexta-feira, 20, serão lançados os livros “Texto de Negros e Sobre Negros”, organizados por Emanoel Araujo (co-edição do Museu Afro brasil e Imprensa Oficial), e “José Claudio da Silva – 100 Telas, 60 Dias e Um Diário de Viagem – Amazonas 1975” (Imprensa Oficial).

Na sexta e no sábado o museu ainda apresentará as encenações “Os Cão de Jacobina”, às 17h, e “Nego Fugido”, às 18h, ambas festas folclóricas brasileiras que remetem à história e à cultura negra no Brasil.

Serviço

Exposição: Eu Tenho Um Sonho “De King a Obama – A Saga Negra do Norte”
De 20 de novembro de 2009 a 25 de janeiro de 2010
Museu Afro Brasil – Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera
Funcionamento: Terça a domingo, das 10h às 17h, com permanência até 18h
Informações e agendamento de grupos: Tel 5579.0593 (Grupos só terão acesso acompanhados por educadores do Museu)
Estacionamento: Portão 3 (Zona Azul)
Entrada: Grátis



No artigo

x