Páis bate recorde de geração de emprego formal em janeiro

O mês de janeiro foi motivo de comemoração para o mercado de trabalho. De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, (MTE), foram criadas 181.419 vagas no mês passado, o que significa um...

138 0

O mês de janeiro foi motivo de comemoração para o mercado de trabalho. De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego, (MTE), foram criadas 181.419 vagas no mês passado, o que significa um aumento de 0,55% relativo ao mês anterior. Este é o melhor resultado desde janeiro de 2008, quando foram criados 142.921 empregos formais. Apenas nos últimos 12 meses foram criados 1.278.277 postos de trabalho, o que significa um aumento de 4,01%.

De acordo com o ministro Carlos Lupi, do MTE, o resultado do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) reflete a recuperação da economia após o período da crise, principalmente a recuperação da indústria, e afirma que em 2010 será "o melhor ano do emprego", estimando a criação de mais 2 milhões de vagas formais no mercado.

Os estados que mais se destacaram na criação de empregos foram São Paulo, com 51.159 vagas, Minas Gerais, com 20.492 vagas, Santa Catarina, com 19.290 vagas, e Rio Grande do Sul, com 18.877 vagas. A região com menos crescimento foi o Norte, cujos estados criaram ao todo, no último mês, 7.021 vagas.

Setores

Os principais setores da economia responsáveis pela alavancada na geração de emprego foram a indústria de transformação, que gerou em todo o país 68.920 postos – elevação de 17% em relação ao mesmo mês de 2008 -, o setor de serviços – que gerou 57.889 postos – e a construção civil, que empregou no último mês 54.330 trabalhadores a mais do que no mês anterior.

Apenas o comércio e a administração pública demitiram maisdo que empregaram no último mês, principalmente por conta de razões sazonais, com redução de 6,787 postos e 806 postos em todo o país, respectivamente.

"Todos os setores estão apresentando crescimento homogêneo e contínuo. O crescimento da renda acima da inflação faz com que todos os setores cresçam. Quanto maior a renda, maior o consumo e maior o número de empregos gerados", falou Lupi. De janeiro de 2003 a janeiro de 2010 foram gerados 8.897.501 postos de trabalho, segundo o Caged.

Com informações de agências.



No artigo

x