Parlamento venezuelano aprova reeleição ilimitada para presidente

Após dois meses do encaminhamento da proposta de Chávez ao Parlamento para retirar o limite de uma reeleição para o cargo de presidente, a Assembléia Nacional da Venezuela aprovou por uma maioria esmagadora a...

171 0

Após dois meses do encaminhamento da proposta de Chávez ao Parlamento para retirar o limite de uma reeleição para o cargo de presidente, a Assembléia Nacional da Venezuela aprovou por uma maioria esmagadora a emenda. Agora a proposta será encaminhada para o Conselho Nacional Eleitoral, que deverá convocar um referendo em no máximo 30 dias para que a população decida sobre a validade da mudança.

Em dezembro de 2007, Chávez já havia encaminhado proposta de reeleições ilimitadas, mas houve rejeição do parlamento. O partido de oposição argumenta que a medida é inconstitucional. O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), do presidente, defende que a medida é necessária para que a continuidade da revolução bolivariana no país.

Pesquisas realizadas no país indicam que a população permanece dividida sobre a aprovação da medida em referendo. Pesquisa realizada pela Grupo de Pesquisa Social XXI (GIS XXI), 51,7% dos venezuelanos votariam favoravelmente da emenda, enquanto 39,1% pronunciaram-se contra. O instituto é coordenado por um ex-ministro de Chávez. Outra fonte de pesquisa, o Consultores 21, apontou 56,8% dos eleitores contrários à medida.

Com informações da BBC.

Leia o que já foi publicado sobre o assunto:
Chávez lança campanha pela reeleição por período indefinido na Venezuela 

Constituição de Chávez traz discussões que vão além da reeleição, defende jornalista



No artigo

x