Partido do governo lidera contagem de votos na África do Sul

Os primeiros resultados nas eleições gerais da África do Sul indicam uma liderança folgada para o partido do governo, o Congresso Nacional Africano (CNA), abrindo o caminho para a conquista da Presidência do país...

199 0

Os primeiros resultados nas eleições gerais da África do Sul indicam uma liderança folgada para o partido do governo, o Congresso Nacional Africano (CNA), abrindo o caminho para a conquista da Presidência do país pelo polêmico líder do partido, Jacob Zuma. Com mais de quatro milhões de votos contados, o CNA tinha cerca de 65% dos votos.

O maior partido de oposição Aliança Democrática conseguiu 18,5% dos votos, um resultado melhor que o esperado.

O Congresso do Povo (Cope, na sigla em inglês), formado por dissidentes do CNA, obteve pouco menos de 8% dos votos, um resultado visto como decepcionante pelo partido.

Segundo Biles, ainda é muito cedo para prever se o partido do governo conseguirá superar a maioria de dois terços das vagas no Parlamento, suficiente para permitir alterações na Constituição.

O próximo presidente será nomeado pelo Parlamento em maio.

VotaçãoA votação foi a quarta eleição geral realizada no país e a mais competitiva desde o fim do regime de apartheid, em 1994. A Justiça eleitoral da África do Sul anunciou que 87% das pessoas com direito a voto compareceram às urnas.

Cerca de 23 milhões de pessoas se registraram para votar nestas eleições, um recorde para o país.

(com informações de agências)

Leia também

Pobres contra Pobres Por Glauco Faria

Descaso social e falta de empregos estimulam ataques contra estrangeiros de países vizinhos na África do Sul. Onda de violência pode não ser um ataque isolado

Antena da raça Por Marco Frenette
Com sabedoria pacífica e perspicácia política, Nelson Mandela liderou a derrubada da segregação racial na África do Sul, tornando-se um símbolo de luta contra a opressão. Mas o país não conseguiu superar todas as suas desigualdades



No artigo

x