Pesquisa mede o impacto da poluição sobre gastos com saúde

Os pesquisadores analisaram os efeitos da poluição atmosférica em seis regiões metropolitanas. Descobriram que o país gasta R$ 460 milhões por ano para tratar doenças respiratórias e cardíacas que poderiam ser evitadas caso o...

145 0

Os pesquisadores analisaram os efeitos da poluição atmosférica em seis regiões metropolitanas. Descobriram que o país gasta R$ 460 milhões por ano para tratar doenças respiratórias e cardíacas que poderiam ser evitadas caso o ar fosse mais limpo.

De acordo com o estudo, o ar respirado nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Recife não está dentro dos limites previstos pela Organização Mundial da Saúde.

Além do custo com internações, a pesquisa também quantificou as mortes relacionadas à poluição urbana: cerca de 11,5 mil pessoas com mais de 40 anos morrem todos os anos por doenças vinculadas ao ar poluído.

Com informações da Agência Pulsar.



No artigo

x