Rafael Correa permanece líder na pesquisas de intenção de voto

No próximo domingo (26), cerca de 10,5 milhões de equatorianos estarão habilitados para votar nas eleições gerais, antecipadas para 2009 com a aprovação da nova Constituição do país em setembro de 2008. Além do...

165 0

No próximo domingo (26), cerca de 10,5 milhões de equatorianos estarão habilitados para votar nas eleições gerais, antecipadas para 2009 com a aprovação da nova Constituição do país em setembro de 2008. Além do presidente e do vice-presidente, serão eleitos os novos membros para a Assembléia Nacional, governadores, prefeitos e vereadores.

Esta será a primeira eleição em que poderão votar jovens com idade entre 16 e 18 anos, presos que não tenham sido condenados, militares e policiais na ativa. Além disso, os 200 mil cidadãos equatorianos que vivem fora do país terão direito a voto, desde que estejam cadastrados nos consulados. Estes eleitores poderão escolher seis representantes para a Assembleia Nacional.

As campanhas políticas foram encerradas ontem (23). O presidente Rafael Correa realizou comício em sua cidade natal, Guayaquil, com a presença de pelo menos cinco mil pessoas. Correa destacou os avanços conquistados ao longo de dois anos de governo nos setores de saúde, habitação e educação, assim como a aprovação da nova Constituição.

Rafael Correa concorrerá com mais sete candidatos. São eles o ex-presidente Lucio Gutiérrez, do Partido Sociedade Patriótica (PSP); o empresário Álvaro Noboa, do Partido Renovador Institucional (PRI); a parlamentar Martha Roldós, da Rede Democrática (RD); o ex-deputado Carlos González, do movimento Justo e Solidário; a engenheira Melba Jácome, do movimento Terra Fértil; Diego Delgado, do movimento de Transformação Social; e Diego Sagñay, da organização Independente.

As últimas pesquisas de intenção de voto divulgadas no país apontam Correa como o favorito, podendo vencer ainda no primeiro turno. A pesquisa Cedatos/Gallup International encerrada em 3 de abril de 2009 indica a liderança de Correa com 49% dos votos. Lucio Gutiérrez está em segundo lugar com 15,3% e, em terceiro, encontra-se Álvaro Noboa com 13,2%; Martha Roldós segue em quarto com 7,2%. O restante dos candidatos não alcançou 1%. O índice de indecisos permanece significativo, correspondendo a 31% dos entrevistados.

O Conselho Nacional Eleitoral informou que os primeiros resultados serão divulgados no início da tarde de domingo. O CNE garante que as entradas dos resultados provenientes das juntas receptoras de votos terão total transparência, pois serão registradas duas vezes por diferentes digitadores. Entre 19h e 20h, o órgão já contará com os resultados de cerca de 50% das urnas para a eleição de presidente.

Observadores da Organização dos Estados Americanos e da União Européia começaram a deslocar-se para as 24 províncias do Equador na última quarta-feira (22), com o objetivo de acompanhar o processo eleitoral. A província que contará com mais observadores será a de Guayas, localizada no oeste do Equador e considerada bastião da oposição no país.

Com informações da Adital.

Leia o que já saiu na Fórum sobre Rafael Correa:
Rafael Correa, mais uma vez – Tadeu Breda



No artigo

x