São Paulo faz balanço dos crimes de maio de 2006

Em 12 de maio de 2006, a cidade de São Paulo se surpreendeu com uma série de crimes, atentados e boatos em um só dia. Na época as ações foram atribuídas ao grupo Primeiro...

127 0

Em 12 de maio de 2006, a cidade de São Paulo se surpreendeu com uma série de crimes, atentados e boatos em um só dia. Na época as ações foram atribuídas ao grupo Primeiro Comando da Capital (PCC). Foram registradas, em uma semana, 493 mortes por armas de fogo, além de explosões e ataques armados a policiais.

Três anos depois, grupos de entidades de direitos humanos lembraram o fato com um ato público, que realizará um balanço do acontecimento.

As inscrições para participar do ato podem ser feitas pelo email eventos@cremesp.org.br ou pelos telefones (11)3123-8704 e (11)3017-9345.

O ato ocorrerá na sede do Cremesp.
Local: Rua Domingos de Morais, 1.810.
Dia: 12 de maio de 2009.
Horário: 14h.

Leia também

Executaram meu marido Por Renato Rovai e Glauco Faria

Novas histórias emergem sobre o que ocorreu em São Paulo de 12 a 20 de maio, quando morreram 492 pessoas por armas de fogo. Kátia alega que seu esposo, morto pela polícia, nunca foi do PCC

O estilo Saulo Por Fábio Jammal Makhoul

Na gestão do atual secretário de Segurança Pública de São Paulo, os índices de mortes por policiais dispararam e casos como a Operação Castelinho e o episódio do PCC colocam em cheque os resultados da truculência tucana

 



No artigo

x