Sob protestos, Mahmoud Ahmadinejad vence no Irã

O atual presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, tinha 64% dos votos nas eleições presidenciais quando estavam contabilizados 94% dos votos. O principal adversário, Mir-Hossein Mousavi, conseguiu 32% e pede a anulação das eleições, que...

181 0

O atual presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, tinha 64% dos votos nas eleições presidenciais quando estavam contabilizados 94% dos votos. O principal adversário, Mir-Hossein Mousavi, conseguiu 32% e pede a anulação das eleições, que tiveram a participação de 82% dos inscritos. Os seus apoiadores envolveram-se em diversos confrontos com as autoridades após a divulgação dos resultados.

Esperava-se um resultado equilibrado, mas com 94% dos votos já apurados, a vitória de Ahmadinejad nas eleições presidenciais do Irã parece ter sido conseguida com ampla vantagem: o atual presidente conseguiu 64% dos votos, contra 32% do seu principal adversário, Mir-Hossein Mousavi. Votaram 46,2 milhões de pessoas.

Mussavi, que apresentava um projeto reformista e prometia maior liberdade, em particular para as mulheres e os jovens, contestou o processo eleitoral, tendo apresentado um protesto junto do "Conselho dos Guardiões", o orgão de poder iraniano que tutela e vigia as eleições. 

O candidato derrotado, que já exercera funções de primeiro-ministro, considera que se tratou de "uma farsa perigosa" e denunciou diversas irregularidades do processo eleitoral. De resto, logo após o encerramento das urnas, Mousavi tinha-se declarado vencedor das eleições, afirmando ter por base as informações prestadas pelos seus delegados nas mesas de voto.

Em Teerã registaram-se ao longo da noite e da manhã desta sábado vários enfrentamentos entre a polícia e os apoiantes de Mousavi, nomeadamente nas imediações do Ministério do Interior e da sede de campanha do candidato derrotado.

Com informações do Esquerda.net.



No artigo

x