Supremo Tribunal dos EUA rejeitam novo julgamento a Mumia Abu Jamal

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos recusou nesta segunda -feira, 6, um novo julgamento ao jornalista negro e símbolo da luta contra a pena de morte, Mumia Abu Jamal. Abu Jamal foi condenado à morte em...

174 0

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos recusou nesta segunda -feira, 6, um novo julgamento ao jornalista negro e símbolo da luta contra a pena de morte, Mumia Abu Jamal.

Abu Jamal foi condenado à morte em 1982, acusado de ter assassinado um policial.

Há 27 anos no corredor da morte no Estado da Pensilvânia, Mumia Abu Jamal tinha sido ativista do movimento Panteras Negras e o seu caso tornou-se um símbolo da luta contra a pena de morte.

Neste recurso o réu e os seus advogados alegavam que o Ministério Público tinha excluído deliberadamente negros do júri que o julgou. O Tribunal de Recurso de Filadélfia já tinha recusado o recurso de Abu Jamal, mas declarou também que a sentença não era válida.

Agora, o Supremo Tribunal manteve a decisão do Tribunal de recurso de Filadélfia, recusando um segundo julgamento a Abu Jamal. É a terceira vez que o Supremo Tribunal dos Estados Unidos rejeitou um recurso de Mumia Abu Jamal.

O Supremo tem ainda de se pronunciar sobre a pena de morte.

A campanha pela sua libertação tem o site freemumia.com.



No artigo

x