Talibãs dão resposta sangrenta à Otan

Kandahar, terceira maior cidade afegã é considerada um dos bastiões dos talibãs e na noite de sábado para domingo foi palco de cinco atentados, vitimando pelo menos 22 civis e 13 policiais e deixando mais de...

270 0

Kandahar, terceira maior cidade afegã é considerada um dos bastiões dos talibãs e na noite de sábado para domingo foi palco de cinco atentados, vitimando pelo menos 22 civis e 13 policiais e deixando mais de 60 feridos.

As explosões alvejaram a prisão de Kandahar, um quartel de polícia, uma mesquita, um escritório de uma empresa de construção japonesa e uma estação de autocarros e a polícia diz que a maioria foi cometida por bombistas suicidas.

Segundo a agência France Presse, o porta-voz dos talibãs, Yusuf Ahmad, reivindicou os ataques e afirmou que são uma resposta aos comentários do comandante das forças americanas e da Otan no Afeganistão. O general americano Stanley McChrystal afirmou que Kandahar será o centro da próxima ofensiva militar para erradicar os talibãs. "Esta é a resposta ao general McChrystal", disse Ahmadi, acrescentando que os atentados demonstram que os talibãs "podem atacar quando e onde quiserem".

O atentado junto à mesquita não ficou longe da residência do líder do Conselho Provincial de Kandahar, Walid Karzai, irmão do presidente e referenciado como um dos maiores traficantes de drogas no país que produz a esmagadora maioria do ópio consumido no planeta.

Os Estados Unidos definiram como grande objetivo do reforço militar em curso no Afeganistão a derrota dos talibãs e na última visita ao país, o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, afirmou que as tropas de Kandahar seriam a "ponta de lança" desse combate.

PorEsquerda.net.



No artigo

x