Torturas são denunciadas em Honduras

Walter Javier Rodriguez, 21 anos, foi um dos muitos cidadãos detidos nos últimos dias pelo governo golpista de Roberto Micheletti, em Honduras, na capital Tegucigalpa. Mas, não foi só preso. Também sofreu torturas. Logo após a...

149 0

Walter Javier Rodriguez, 21 anos, foi um dos muitos cidadãos detidos nos últimos dias pelo governo golpista de Roberto Micheletti, em Honduras, na capital Tegucigalpa. Mas, não foi só preso. Também sofreu torturas.

Logo após a detenção, Rodriguez foi ameaçado com armas de fogo e afirma que um policial dizia constantemente que iria matá-lo desde o momento da prisão.

“Me levaram, com outras pessoas, para a quarta estação de polícia de Belén, nos prenderam em uma cela e nos golpearam com tubos, escovas, com o que achavam pela frente, e diziam que iam nos matar”, disse Rodriguez, que ficou com várias marcas nas costas causadas pela violência policial.

Outra vítima da agressividade utilizada pela repressão do governo golpista é Carlos Humberto Izaguirre, 51 anos. Segundo ele, que mostra o rosto bastante ferido, homens da polícia nacional hondurenha o torturam ontem, 23 de setembro, pela quarta vez desde que Manuel Zelaya foi deposto. 

Izaguirre prestou denúncia ao Comitê de Familiares Detidos e Desaparecidos de Honduras (Cofadeh).



No artigo

x