Unasul considera mortes em Pando massacre

A comissão da Unasul (União de Nações Sul-Americanas) designada para investigar as mortes de camponeses em setembro no departamento boliviano de Pando entregou ontem ao presidente Evo Morales relatório que qualifica o episódio de...

180 0

A comissão da Unasul (União de Nações Sul-Americanas) designada para investigar as mortes de camponeses em setembro no departamento boliviano de Pando entregou ontem ao presidente Evo Morales relatório que qualifica o episódio de "crime contra a humanidade".
Na cerimônia de entrega, em La Paz, o argentino Rodolfo Mattarolo, coordenador do grupo, disse que "em 11 de setembro ocorreu em Porvenir um massacre, no sentido empregado pela ONU".
Nesta data, confrontos em Pando (norte), então governado pelo opositor Leopoldo Fernández -hoje preso-, deixaram ao menos 20 indígenas mortos, segundo o texto.
A oposição acusou a comissão de ser "parcial", por não apontar responsabilidades do governo.

(Com informação de agências)

Leia também

A Bolívia depois do referendo Por João Peres
Após vitória eleitoral, o presidente boliviano Evo Morales busca diálogo com setores da oposição, mas o entendimento não será fácil

 



No artigo

x