Toques Musicais

Por Julinho Bittencourt   João Gilberto faz 80 anos agora em junho. Seria uma ótima oportunidade para a gravadora EMI relançar os seus três primeiros discos,...

211 0

Por Julinho Bittencourt

 

João Gilberto faz 80 anos agora em junho. Seria uma ótima oportunidade para a gravadora EMI relançar os seus três primeiros discos, imprescindíveis a qualquer mortal que deseje conhecer a música popular contemporânea do mundo. Seria, mas não será. Uma pendenga judicial envolvendo artista e o selo, que se arrasta por anos e anos, vai continuar privando o Brasil e o mundo de três das obras mais importantes do século XX.

O fato é que, há alguns anos, a gravadora lançou os três discos (ou pelo menos parte deles) em um só, com as faixas emboladas em outra ordem e, o que foi pior, com a adição de um efeito de eco insuportável que, segundo João e suas testemunhas, adulteraram a obra. É bom lembrar que as testemunhas do artista são dois do primeiro time da nossa música, Paulo Jobim, filho de Tom e que participou das obras, e Caetano Veloso.

Continue lendo aqui.



No artigo

x