WikiLeaks lança campanha para arrecadação de recursos

Com o mote “Nas eleições nos estados Unidos, vote WikiLeaks”, objetivo é pagar os custos da infraestrutura da organização

237 0

Com o mote “Nas eleições nos estados Unidos, vote WikiLeaks”, objetivo é pagar os custos da infraestrutura da organização

Por Brasil de Fato

O WikiLeaks lançou nesta semana a campanha “Nas eleições nos estados Unidos, vote WikiLeaks”. O objetivo é arrecadar fundos para manter o site, que se notabilizou por revelar milhares de documentos confidenciais da cúpula política, diplomática e militar dos Estados Unidos.

Por suas denúncias, o WikiLeaks tem sofrido uma série de ataques e ameaças. No final de setembro, o porta-voz do Pentágono George Little exigiu que a organização destruísse suas publicações, inclusive os “Papéis da Guerra do Iraque”, que revelaram a morte de mais de cem mil civis.

Um dos principais ataques, porém, foi de ordem econômica. Segundo o WikiLeaks, no início de dezembro de 2010 a organização recebia cerca de 120 dólares por dia em doações de cidadãos em todo o mundo. No entanto, por pressão de Washington, diversas instituições financeiras impuseram um bloqueio bancário contra WikiLeaks, que resultou na retirada de 95% dos fundos pertencentes ao site que estavam sob guarda daquelas empresas. Embora o WikiLeaks tenha vencido todas as ações judiciais impetradas contra o bloqueio ilegal, uma série de apelações impedem a normalização da situação.

A campanha vai até 6 de novembro, quando ocorrem as eleições nos Estados Unidos. “No dia das eleições, não vote em candidatos do Partido Republicano nem do Partido Democrata. Em vez disso vote o único voto que realmente significa alguma coisa. Vote com seu dinheiro, para ajudar WikiLeaks”, afirma a nota.

Segundo o WikiLeaks, as doações serão usadas para pagar os custos da infraestrutura da organização e os custos legais da luta contra o bloqueio bancário. A página oficinal da campanha é http://wikileaks.org/donate2012.



No artigo

x