Especial: A trajetória de Hugo Chávez

Fórum acompanhou de perto a trajetória do comandante da Revolução Bolivariana. Confira os desafios enfrentados e as conquistas deste que foi uma das maiores lideranças políticas da América Latina

366 0

Fórum acompanhou de perto a trajetória do comandante da Revolução Bolivariana. Confira os desafios enfrentados e as conquistas deste que foi uma das maiores lideranças políticas da América Latina   

Da Redação

Multidão acompanha o corpo de Hugo Chávez em cortejo fúnebre (Foto: Télan)

Nesta quarta-feira, 6, o mundo despediu-se de Hugo Chávez, presidente da Venezuela e uma dos maiores lideranças da esquerda na América Latina. Aos 58 anos, Chávez morreu após lutar contra um câncer durante dois anos e se submeter a duas cirurgias na tentativa de retirar o tumor.

O líder da revolução bolivariana deixa como legado para a Venezuela um país com menos pobreza, mais educação, uma cultura de participação popular, e sobretudo, politizado. Para a América Latina, Chávez deixa os seus esforços para integração continental. Sua eleição, em 1998, foi o estopim para que a região começasse a se insurgir contra a supremacia norte-americana. Insurgência que culminou no “não” que o continente deu, em 2005, à proposta dos EUA para a criação da Alca (Área de Livre Comércio das Américas).

Durante a trajetória de Hugo Chávez, Fórum sempre acompanhou a verdadeira revolução que ele encabeçava na Venezuela. Confira, aqui reunidas, as principais matérias publicadas sobre Hugo Chávez e a Revolução Bolivariana.

A saída da Venezuela do FMI e do Banco Mundial

No dia 30 de Abril de 2007, Hugo Chávez anuncia a saída da Venezuela do FMI (Fundo Monetário Internacional) e do Banco Mundial. Veja aqui

5 anos do golpe da mídia

No dia 11 de abril de 2002, ocorria uma golpe tentativa de golpe militar na Venezuela. O esforço para depor Hugo Chávez foi encampado pela mídia e pela elite venezuelanas. Renato Rovai, editor da Fórum, relembrou o golpe em matéria publicada no site da revista. Veja aqui.

200 anos da independência da Venezuela

Em 2010, a Venezuela comemorava os 200 anos da assinatura da carta de independência da Espanha. Porém, para Chávez, o processo de estava incompleto. Saiba por que aqui.

Campanha pela reeleição

Em 2006, Chávez iniciou uma campanha para a aprovação, pelo povo venezuelano, que garantiu a possibilidade de um presidente reeleger-se indefinidamente. Veja aqui.

A décima quarta batalha de Chávez

Em 2012, já lutando contra o câncer, Hugo Chávez se preparava para a décima quarta vez que seu governo foi submetido À aprovação das urnas. Veja aqui.

Hugo Chávez novamente eleito

No dia 7 de outubro de 2012, Chávez foi novamente eleito de forma democrática na Venezuela. Veja aqui.

Chávez, pela quarta vez. Feito Roosevelt

Em 2012, Chávez se reelegeu para o quarto mandato, assim como Roosevelt nos EUA. Neste texto, Joel Leite faz um comparativo sobre os métodos destes dois políticos. Quem é o ditador e quem é o democrata? Veja aqui.

“Chávez somos nós”

Com a saúde já abalada pelo tratamento do câncer, Chávez viu a direita venezuelana questionar se ele poderia ser empossado, ou se novas eleições seriam convocadas. O povo venezuelano reagiu e respondeu: Chávez somos nós. Veja aqui.

Superior Tribunal garante a continuidade do governo de Chávez

No dia 9 de janeiro, o Superior Tribunal da Venezuela garantiu a continuidade do governo de Chávez, mesmo sem a posse imediata do presidente, como manda a Constituição venezuelana. Veja aqui.

Por que a mídia que diz ser golpe adiar posse de Chávez saudou a do Sarney?

Neste artigo, Conceição Lemes aborda o tratamento diferenciado imposto a dois fatos políticos que possuem muitas semelhanças. Veja aqui.



No artigo

x