Pelo Brasil, um desejo comum: “Fora, Feliciano”

Em todo o país, protestos marcaram o sábado. Grupos evangélicos também pediram renúncia do deputado

659 4

Em todo o país, protestos marcaram o sábado. Grupos evangélicos também pediram renúncia do deputado

Por Igor Carvalho

Durante o sábado, dez capitais brasileiras, além de outras cinco cidades, tiveram suas ruas ocupadas por protestos contra o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) à frente da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Manifestações foram feitas até mesmo fora do Brasil.

Em São Paulo, a maior movimentação. Milhares de ativistas foram da Consolação até a Praça Roosevelt caminhando. A organização do evento e a Polícia Militar divergiram sobre a quantidade de pessoas, os primeiros dizem que o total pode ter chegado a 20 mil. Para a PM, o número não passou de 1.200.

Houve protestos fora do país, como em Londres (Foto: Divulgação)

Na Cinelândia, no Rio de Janeiro, mais de 500 pessoas caminharam até a Avenida Rio Branco. Os ativistas cantaram “Apesar de você”, de Chico Buarque. Outros 200 militantes se reuniram na praça do Papa em Vitória, no Espírito Santo, e seguiram até a Assembleia Legislativa.

Em Curitiba, o ato de repúdio reuniu cem pessoas, que percorreram a Rua XV de Novembro, na região central. Em Brasília, com forte adesão das religiões de matrizes africanas, o protesto partiu da rodoviária do Plano Piloto e os manifestantes chegaram a fechar a Eixo Monumental. No mesmo local, houve protestos contra Renan Calheiros, presidente do Senado.

Porto Alegre, Uberlândia, Belo Horizonte e Fortaleza também foram palco de protestos contra o pastor Feliciano. Fora do país, em Londres e Buenos Aires, também houve manifestações. Em Salvador, haverá protesto nesse domingo (10).

Evangélicos também protestam contra Feliciano

Ao menos dois abaixo-assinados correm na internet contra o pastor Marco Feliciano. Um deles já reuniu mais de 100 mil assinaturas. O outro é organizado por evangélicos. A Rede Fale, que representa mais de 39 grupos religiosos, lançou uma lista pedindo que seus seguidores assinem o documento em repúdio à eleição de Feliciano para a CDHM.

Uma das organizadoras do ato no Rio de Janeiro era a evangélica Beatriz Pimentel, que anunciava aos manifestantes: “Sou cristã e Feliciano não representa boa parte dos evangélicos.”

Eleição

O deputado do PSC foi eleito com onze votos na Comissão de Direitos Humanos e Minorias. Contra si, um discurso que movimentos sociais consideram “racista”e “homofóbico”, além de dois processos no Superior Tribunal Federal (STF): uma acusação de homofobia e uma ação penal por estelionato. A última acusação parte de uma organização gaúcha, que o acusa de ter recebido R$ 13 mil para celebrar cultos nos quais não apareceu.



No artigo

4 comments

  1. Marcelo Penna Kagaya Responder

    “Houve protestos”… não “Houveram protestos”…

  2. Samuel Lorenzetti Responder

    Não podemos nos esquecer do Blairo Maggi, o Motoserra de Ouro, na Comissão De Meio Ambiente. FORA BLAIRO MAGGI!!!

    ASSINE E COMPARTILHE:

    http://www.avaaz.org/po/petition/Pela_saida_do_exgovernador_Blairo_Maggi_da_Presidencia_da_Comissao_de_Meio_Ambiente_do_Senado/?cXxzAab


x