Henrique Alves entrega futuro de Feliciano nas mãos do PSC

Partido, por sua vez, quer tentar convencer o pastor a renunciar à presidência da CDHM

426 0

Partido, por sua vez, quer tentar convencer o pastor, que permanece irredutível, a renunciar à presidência da CDHM

Por Igor Carvalho

Para movimentos sociais e Henrique Alves, Feliciano deve cair (Foto: José Cruz/ABr)

O presidente da Câmera dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN), recebeu para uma reunião, em seu gabinete, o líder do PSC, André Moura. Marco Feliciano (PSC-SP) deveria estar no encontro, mas não compareceu. A reunião foi curta e o peemedebista entregou nas mãos do PSC a continuidade de Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM).

“Vamos reunir a bancada toda para chegar a uma solução respeitosa que agrade a todos. Ele [Feliciano] precisa pesar todos os elogios e principalmente críticas que tem recebido e tomar uma decisão”, afirmou o líder do PSC.

Após a reunião, Alves se mostrou preocupado com o futuro da CDHM presidida pelo pastor. “Mostrei a eles nossa preocupação de que a comissão estava praticamente sem condições de realizar os seus trabalhos pelo ‘emocionalismo’ que tomou conta da questão.”

Em duas semanas de presidência, Feliciano enfrentou no exercício da presidência interrupções e protestos de movimentos sociais. Nessa quarta-feira (20), a sessão durou apenas oito minutos.

STF intima Feliciano a depor sobre estelionato

O deputado Marco Feliciano foi intimado pelo Superior Tribunal Federal (STF) a depor sobre a ação penal em que é acusado de estelionato. A intimação foi assinada pelo ministro Ricardo Lewandowski. O depoimento será no dia 5 de abril, às 14h30.

Na ação, o deputado é acusado de ter firmado contrato de R$ 13.362,83 para ministrar um culto no Rio Grande do Sul, porém, não compareceu.



No artigo

x