Governo aumentou investimento na TV Globo em 125 milhões de 2000 para 2012

A política atual fortalece os conglomerados midiáticos, não garante a pluralidade informativa e não reflete os hábitos de consumo de comunicação e informação do brasileiro

491 1

A política atual do governo federal está fortalecendo os conglomerados midiáticos, não garante a pluralidade informativa e não reflete os hábitos de consumo de comunicação e informação do brasileiro

Por Altercom

A Associação das Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais de Comunicação, a Altercom, divulga nota questionando a análise do secretário executivo da Secom em texto publicado no site Observatório da Imprensa. O secretário fala em desconcentração e em diminuição das verbas publicitárias para a TV líder de audiência, no caso, a Globo. Mas não é isso o que o estudo feito pela própria Secom revela. Os dados são assustadores e comprovam o quanto o governo brasileiro financia a concentração midiática.

Nota da Altercom: Estudo comprova concentração das verbas nos grandes veículos 

A Secretaria da Comunicação (Secom) da presidência da República, responsável pelo investimento publicitário das verbas do governo federal, autarquias e empresas estatais, publicou texto assinado pelo seu secretário questionando críticas realizadas por pequenas empresas de comunicação e empreendedores individuais, entre eles blogueiros, acerca dos seus critérios.

A Altercom como entidade tem defendido os interesses da sua base e proposto entre outros pontos que se estabeleça como política a destinação de 30% das verbas publicitárias às pequenas empresas de comunicação. Prática adotada em outros setores da economia, como na compra de alimentos para a merenda escolar. E também em outros países onde a pluralidade informativa é obrigação do Estado, inclusive do ponto de vista do financiamento.

Em nome da qualidade do debate democrático, a Altercom utilizará os números do estudo divulgado pela Secom para defender sua tese de que a política atual do governo federal está fortalecendo os conglomerados midiáticos, não garante a pluralidade informativa e, mais do que isso, não reflete os hábitos de consumo de comunicação e informação do brasileiro. Tem como única referência os parâmetros das grandes agências de publicidade e seu sistema de remuneração onde o principal elemento é a Bonificação por Volume (BV).

A partir disso, seguem algumas observações que têm por base os números do estudo publicado e assinado pelo secretário executivo da Secom.

Continue lendo aqui.



No artigo

1 comment

  1. florencio1 Responder

    É INCONCEBIVEL…..EXISTEM OUTRAS MIDIAS


x