Rappers gravam vídeos contra a redução da maioridade penal

Canal do YouTube apresenta argumentos contrários a mudança em forma de rap e poesia

669 1

Canal do YouTube apresenta argumentos contrários a mudança em forma de rap e poesia

Da Redação

Tubarão DuLixo, rapper, poeta e artista plástico, é um dos que expuseram argumentos contra a redução da maioridade penal em forma de rima (Foto: Reprodução / YouTube)

Recentes casos de homicídios praticados por menores colocaram a discussão sobre a redução da maioridade penal novamente em pauta no país. Argumentos são apresentados e defendidos de forma incisiva por pessoas contrárias e favoráveis à redução.

Com o objetivo colaborar com este debate, rappers e poetas de diversas cidades brasileiras estão criando raps e poesias com argumentos contrários à redução da maioridade penal. As criações ficam hospedadas em um canal do Youtube batizado de “Contra a Redução”. A intenção do projeto é também estimular mais pessoas a criarem suas rimas e assim enriquecerem a discussão.

“A ideia é que muita gente participe. Eu estou vendo com o pessoal do Rio e de outros lugares e eu quero chegar nos caras do funk porque eles são uma referência também”, afirmou o poeta Akins Kinte, idealizador do projeto.

Para Kinte, o rap é “a música da revolução” e argumenta de maneira clara e direta. Segundo ele, os meios de comunicação tradicionais são tendenciosos e favoráveis à redução. “É até uma covardia, pegam pessoas que nunca nem leram o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente). Elas estão de ‘calças curtas’ na rua. Mostram um vídeo de um assassinato, que é triste, daí é claro que ela vai dizer que é favor”, defende o poeta.

De acordo com Kinte, os interessados em colaborar com o projeto podem gravar os vídeos sem grandes produções, com webcam ou celular por exemplo. “A ideia é focar na mensagem mesmo”, afirma. Os interessados podem entrar em contato através do facebook do projeto ou pelo email contramaioridadepenal@gmail.com .

Veja abaixo o rap contra a redução da maioridade penal feito por Akins Kinte. Para assistir todos os vídeos do projeto clique AQUI.

Com informações da Rede Brasil Atual



No artigo

1 comment

  1. Eliton Responder

    Sou contra, pois devemos investir na educação de modo que nossos jovens não se percam no mundo, imaginemos será que se prendermos jovens com adultos de alto nível de periculosidade eles sairiam das cadeias jovens “bons”? com certeza sairiam mil vezes piores , para que haja um lei para punir jovens infratores deveríamos ter cadeias próprias para os jovens, sem deixar que os mesmos sejam introduzidos com criminosos adultos , caso que no Brasil a grande quantidade de presos é exorbitante onde o poder jurídico iria colocar os jovens?. um solução plausível seria aumentar de uma forma extraordinária a segurança a cada ponto de esquina , também a implantação de postos policiais que realmente funcionem em cada 1 ou 2 quarteirões e guardas sempre fazendo ronda , com isso ja cairia bastante o numero de roubos e assassinatos , creio que não podemos simplesmente mudar as leis escolhidas a rigor ,pois se mudarmos a redução da maioridade penal jovens que já podem ser presos já poderiam casar, adotar, tirar carteiras, em fim diversos atos que só podemos consolidar com a idade maior que 18. devemos pensar nos 2 lados da moeda , sei que as famílias

    que perderam seus membros estão sofrendo mais como eu falei não podemos simplesmente mudar as leis já que no Brasil de hoje não estamos capacitados para tal obra. deveríamos inverstir mais na segurança , educação, e mais empregos. ass: eliton, Rn. 16 anos


x