Evo Morales poderá se candidatar a reeleição na Bolívia

Graças à refundação do Estado da Bolívia, em 2009, deputados decidiram que apenas o atual mandato de Morales deve ser considerado, possibilitando a sua reeleição

454 1

Graças à refundação do Estado da Bolívia, em 2009, deputados decidiram que  apenas o atual mandato de Morales deve ser considerado, possibilitando a sua reeleição

Da Redação

Evo Morales poderá se reeleger presidente da Bolívia (Foto: Sebastian Baryli/CC)

Nesta quarta-feira, 15, a Câmara dos Deputados da Bolívia aprovou a norma que permite que Evo Morales, atual presidente do país, se candidate a um terceiro mandato consecutivo. A proposta foi aprovada com folga. Foram 84 votos a favor e 33 contra. A eleição presidencial boliviana será realizada em dezembro deste ano.

Em abril, o Tribunal Constitucional da Bolívia julgou a constitucionalidade do projeto e entendeu que ele não desrespeita a carta magna do país. Segundo o tribunal, o atual mandato de Evo Morales, iniciado em 2009, é o que deve ser considerado na contagem de tempo. Em fevereiro de 2009, a Bolívia foi refundada como Estado Plurinacional da Bolívia em referendo que obteve 90,24% de aprovação e proclamou uma nova Constituição.

Evo Morales foi eleito presidente pela primeira vez em 2005. A Constituição boliviana limita a dois o número de mandatos presidenciais consecutivos. Entretanto, a decisão da corte boliviana afirma que a refundação do Estado boliviano deve considerar apenas o atual mandato de Morales, possibilitando assim a sua reeleição. Morales sempre argumentou que o primeiro de seus governos (2006-2010) não deve ser considerado, pois ocorreu antes da refundação do país e não completou o período integral do mandato, de cinco anos.

O presidente da Comissão de Constituição, Legislação e Sistema Eleitoral, Héctor Arce, defendeu que a gestão de Morales no primeiro mandato em “termos jurídicos, não foi um período constitucional concluído e, portanto, não pode ser tomado como um período constitucional”.

Com informações do Opera Mundi. 



No artigo

1 comment

  1. joao Responder

    PRESIDENTE EXECUTIVO DA AGRO- INDUSTRIA OFICIAL DA COCAINA.

    TRAFICANTE OFICIAL,BANDIDO ELEITO E CANCER DA
    HUMANIDADE.


x