Ao menos 25 pessoas são presas na Turquia por comentários no Twitter

Manifestantes utilizam as redes sociais para organizarem os protestos e alertarem sobre a repressão policial

320 0

Manifestantes utilizam as redes sociais para organizarem os protestos e alertarem sobre a repressão policial 

Da Redação

Referência ao Twitter feita por manifestantes turcos (Foto: occupygezipics.tumblr.com)

Segundo informações da agência estatal de notícias Anatolia, a polícia turca prendeu ao menos 25 pessoas na madrugada deste quarta-feira, 5, na cidade de Izmir, por terem publicado comentários na rede social Twitter. A polícia ainda procura uma dúzia de pessoas que publicaram mensagens consideradas “difamatórias e falsas” pelas autoridades turcas.

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou no último domingo, 2, que o Twitter estava causando problemas e muitos usuários estariam publicando mentiras para aumentar ainda mais os protestos contra o seu governo.

Um membro do Partido Republicano do Povo, que faz oposição a Tayyip, declarou à Anatolia que as pessoas estavam sendo detidas por apelarem a outras para se manifestarem. Desde o início dos protestos, os jovens turcos utilizam as redes sociais para organizarem os protestos e alertarem sobre os locais onde as forças policiais turcas utilizam gás lacrimogênio e canhões de água.

Os protestos na Turquia, que já estão no sétimo dia, iniciaram-se na sexta-feira, 31, depois da polícia ter dispersado violentamente, com o uso gás lacrimogêneo, uma manifestação pacífica contra a construção de um centro comercial em um parque no centro de Istambul.

Com informações da Agência Lusa. 



No artigo

x