Artistas e músicos declaram apoio aos protestos

Elza Soares, Leoni, Rafinha Bastos e Palmirinha foram algumas das personalidades que manifestaram seu apoio aos atos contra o aumento das tarifas do transporte público

693 1

Elza Soares, Leoni, Rafinha Bastos e Palmirinha são algumas das personalidades que manifestaram seu apoio aos atos contra o aumento das tarifas do transporte público 

Por Felipe Rousselet

Artistas brasileiros estão declarando seu apoio aos protestos que ganharam as ruas de cidades de todo o Brasil na última semana. A mais contundente destas manifestações aconteceu na última quinta-feira, 13, em São Paulo. Na capital paulista, ao menos 100 manifestantes ficaram feridos e mais de 250 pessoas foram detidas pela Polícia Militar. São inúmeros os relatos de abusos por parte da PM. Além disso, jornalistas também foram alvo de bombas e tiros de borracha, sendo que alguns foram detidos de forma arbitrária enquanto cobriam a manifestação.

Uma das personalidades que criticaram a truculência da PM  e manifestou seu apoio as manifestações foi a cantora e compositora Elza Soares. Em um show realizado no último sábado, 15, em Ribeirão Preto, Elza cantou a música Opinião incluindo o verso “20 centavos eu não pago não.

Outro músico que manifestou seu apoio foi Leoni. O cantor e compositor divulgou neste domingo a canção “As coisas não caem do céu”, acompanhada de um clipe com imagens dos protestos em São Paulo. “Escrevi ‘As coisas não caem do céu’ para lembrar que só a ação modifica o mundo. As pessoas na rua disseram isso de forma muito mais impactante e coletiva” , disse Leoni através da sua página pessoal no Twitter. “Essa minha homenagem a uma geração que está ensinando ao país que as coisas não caem do céu”, diz Leoni no início do clipe. A música e o vídeo não possuem direitos autorais e podem ser compartilhados.

A banda de rock Scalene divulgou na última sexta-feira, 14, um comunicado no qual manifestou seu apoio aos protestos. Os músicos se disseram  felizes pela canção “Nós maior que eles” ter sido utilizada como trilha para vídeos com cenas das manifestações.

Outra personalidade que manifestou seu apoio e convocou as pessoas a participarem dos atos que serão realizados nesta segunda-feira, 17, foi o humorista Rafinha Bastos. “O Brasil está cagando para a Copa das Confederações e está todo mundo focado na luta por um país melhor. Isso parece um discurso adolescente, mas não é. Está acontecendo. E isso é genial”, afirmou o humorista.

Atores, modelos e outras personalidades públicas participam do protesto Dói em Todos, em que postam fotos com o olho roxo nas redes sociais. A iniciativa partiu do fotógrafo Yuri Sardenberg, em solidariedade à jornalista Giuliana Vallone, da Folha de São Paulo, que foi atingida no olho por uma bala de borracha durante o protesto da última quinta-feira, 13, em São Paulo.

Ator Paulo Vilhena foi um dos que aderiram a campanha Dói em Todos (Reprodução / Instagram)

Outra personalidade que declarou seu apoio aos protestos foi a cozinheira e apresentadora de televisão Palmirinha Onofre, que através da sua página pessoal do Facebook declarou seu apoio aos manifestantes.

(Reprodução / Facebook)

Estão programadas para esta segunda-feira, 17, novas manifestações em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Goiânia, Campinas, Florianópolis, Cascavel, Belém, Vitória, Niterói e Sorocaba.



No artigo

1 comment

  1. Anna Pooh Responder

    Bom, acredito que toda luta é valida, toda causa deve ser
    valorizada, porém sem hipocrisias.
    Acho que lutar contra o custo de vida caríssimo no nosso País é uma causa nobre, contra tarifas e impostos altíssimos, contra a porcaria que é a saúde publica, educação. A corrupção então, nem se fala, mas…
    Artistas dando de bons moços rsrs, é hilário. Eles fazem parte de uma classe social que não usam o transporte publico, não ficam meses na fila de espera do SUS, seus filhos frequentam caras e boas escolas… Eles estão protestando contra os gastos exacerbados das duas copas??!! Façam me rir rs, qual é… esses artistas lotam as festas das grandes cervejarias (as principais patrocinadoras destes eventos), babam nos pés do Ronaldo (o patrocinador do circo). Muita hipocrisia, não acham?
    Também acho besteira lutar agora por um gasto que já foi,
    chorar pelo leite derramado é tolice. Quem lucro continuará lucrando, e isso é
    fato!
    Ai tem aquela tia lá na “casa” desses artistas dizendo: “vamos
    fazer bonito!”. Juro que dá vontade de… deixa pra lá. Fazer bonito pra
    gringo??? Faça me um favor né, queremos o “bonito” para nós, pra nosso uso e
    beneficio, o ano inteiro, afinal somos nós que vivemos nesta terra. Queremos
    bonito na saúde, educação, transporte. Queremos não sentir medo dos policiais
    nas ruas, não ser negativamente impactados pela violência.
    Somos o País no ranking dos maiores impostos do mundo, nossa
    policia é considerada a mais violenta, a desigualdade social é absurda por
    aqui. Acho lindo que gente simples e batalhadora tenham despertado, mas que na hora do voto, nas eleições essa dignidade continue! O maior e mais
    impressionante protesto que um cidadão pode fazer por seu País é nas urnas.
    Pra quem tem realmente um sentimento de causa, pra quem é pobre e batalhador, pra quem pouco fará falta o Brasil ganhar ou não essa copa,
    pra quem 20 centavos faz sim diferença, pra quem sente profundamente o fato da bandeira de sua cidade ser queimada, seus monumentos destruídos e vandalismos desmedidos, bom, para estes: Boa luta!!!


x