SP: veja como foi o 5º protesto contra o aumento das tarifas

Confira aqui como foi a cobertura em tempo real da manifestação em São Paulo, com links para depoimentos, imagens e textos sobre o protesto

1050 1

Confira aqui como foi a cobertura em tempo real da manifestação em São Paulo, com links para depoimentos, imagens e textos sobre o protesto

Para atualizar, clique F5

00h25 – O povo pede passagem

00h21 – Juventude do PSDB não decepciona

00h19 – Blog do Rovai: E de repente tanta gente que se diz esquerda está com medo das ruas

23h13 – Impressionante! Acuada, Globo se defende de acusações de manifestantes

23h09 – Rio de Janeiro: Manifestantes fazem fogueira em frente à Alerj com móveis e equipamentos de agências bancárias deprncedadas. Na Agência Brasil.

23h05 – Grupo de manifestantes derruba portão do Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e ocupa entrada da sede do governo paulista, contra o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

22h55 – Manifestantes começam a dispersar e abandonar a frente do Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

22h52 – Rio de Janeiro: Grupo de manifestante entra no prédio da Alerj, por uma janela lateral.

22h46 – Manifestantes tentam ocupar estacionamento do Palácio dos Bandeirantes.

22h37 – Corrente humana de ativistas tenta evitar que outros manifestantes ocupem o Palácio dos Bandeirantes.

22h31 – MPL anuncia novo grande ato para amanhã, 17h, na Praça da Sé.

22h07 – “O Palácio é nosso, vamos entrar lá”, grita parte dos manifestantes que cerca o Palácio dos Bandeirantes. A PM já disparou gás lacrimogêneo.

22h03 – Pelo menos 2 mil pessoas está em frente à sede do governo paulista.

22h01 – Polícia dispara bombas contra manifestantes na porta do Palácio dos Bandeirantes.

21h53 – Manifestantes já chegaram ao Palácio dos Bandeirantes.

21h49 – Da Folha de S. Paulo: Manifestantes bloqueiam as duas faixas da avenida Morumbi, em direção à sede do governador de São Paulo.

21h45 – Mais fotos do protesto em São Paulo agora há pouco. Governador Geraldo Alckmin é criticado e manifestantes estão a caminho do Palácio dos Bandeirantes.

21h41 – O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), acompanha as manifestações na cidade na “sala de situação” montada em seu gabinete. Além de ver as imagens da mobilização, o petista conversa com os secretários Antonio Donato (Governo), João Antônio (Relações Governamentais), Luiz Massonetto (Negócios Jurídicos) e Nunzio Briguglio (Comunicação).

21h37 – Em Belo Horizonte, a cavalaria dispersa neste momento manifestantes do centro da cidade, informa o professor de Direito da UFMG Túlio Vianna.

21h36 – Movimento Passe Livre confirma que manifestantes estão marchando em direção ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado.

21h33 – Globo News não utiliza sua logomarca na canopla do microfone para cobrir o protesto no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)

21h28 – Em protesto em São Paulo, manifestantes criticam mídia. (Foto: Renato Rovai)

21h25 – Rodrigo Vianna: O futuro se escreve nas ruas. “O mais provável é que as manifestaçõe sejam um sintoma de que algo vai mal no sistema político brasileiro. O país cresceu, os mais pobres foram incorporados no mercado de consumo. Mas os jovens, Brasil afora, mandam um recado claro: queremos mais do que isso.”

21h03 – Centrais Sindicais manifestam apoio à luta contra os aumentos das passagens, contra a violência policial, pelo amplo direito de manifestação e pela criação de canais de diálogo e de negociação com a sociedade http://migre.me/f4aqG

21h02 – Em São Paulo, protesto continua dividido. Parte dos manifestantes está na avenida Paulista.(Foto: Reprodução Facebook/Literatortura)

21h00 – Em Brasília, ocupação do Congresso Nacional.(Foto: Mídia Ninja)

20h52 – Milhares de manifestantes ocuparam as ruas do Rio de Janeiro. Protesto acaba com repressão policial.(Foto: Reprodução Twitter)

20h41 – Hoje São Paulo parou. Segundo o Ocupa Acampa Sampa, a avenida 23 de maio está ocupada pelos manifestantes.

20h36 – Em Brasília, manifestantes protestaram contra os gastos públicos na Copa, redução das tarifas no transporte e contra o PL 728/2011, que criminaliza manifestantes, enquadrando-os como terroristas. (Foto: Mídia Ninja)

20h28 – “Estamos aqui na Berrini e a manifestação continua pacífica! Lindo de ver!! Cantemos! Que coincidência, não tem polícia não tem violência!!!”, diz grupo Teatro Mágico, que participa do protesto, em seu Twitter.

20h26 – De acordo com as Polícias Militares nos estados, 235 mil pessoas foram às ruas em todo o Brasil, neste histórico 17 de junho.

20h22 – Da BBC, milhares de pessoas protestam no Brasil contra o aumento de passagem do transporte público e os gastos com a Copa do Mundo.

20h16 – Manifestantes, em São Paulo, estão atravessando a Ponte Estaiada.

19h59 – Segundo relatos nas redes sociais, a PM estaria atirando deliberadamente de cima do viaduto José de Alencar sobre os manifestantes que estão no asfalto da avenida Antônio Carlos, nas proximidades da UFMG. Duas pessoas caíram do viaduto. Manifestantes ficaram encurralados entre a tropa de choque e a polícia montada.

19h52 – Instituto Datafolha afirma que protesto em São Paulo reúne 65 mil pessoas.

19h48 – O Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado, já estaria cercado pela Polícia Militar.

19h46 – Emir Sader, no Twitter: “O Haddad tem que anular o aumento e discutir alternativas com os movimentos”.

19h43 – Do Estadão: Em São Paulo, as marchas se espalharam por três frentes: parte vai para a Avenida Paulista, parte segue pela Marginal do Pinheiros e parte segue pela Avenida Juscelino Kubitschek, também no sentido da Marginal do Pinheiros.

19h39 – Manifestantes ocupam o Congresso Nacional, em Brasília. Aproximadamente 5 mil pessoas estão nas ruas, na capital federal, segundo a PM.

19h33 – Do Diário do Centro do Mundo: “Não podemos nos alinhar aos Datenas, Jabores e Pondés”, diz estudante Paulo Motoryn, militante do Movimento Passe Livre.

19h30 – “Que coincidência, não tem polícia, não tem violência.” É a palavra de ordem dos manifestantes que marcham no momento pela avenida Faria Lima.

19h24 – “A manifestação é própria da democracia. O nosso projeto político cresceu no país fazendo mobilização. Mobilização é muito bem-vinda. Por isso que nós estamos preocupados em fazer uma discussão, uma aproximação, um diálogo, e elevarmos o nível dessa discussão porque esses jovens têm alguma coisa a nos dizer. Esses jovens nos apontam angústia… E se alcançam uma grande repercussão de mobilização é porque correspondem ao anseio de muita gente. Então e próprio da nossa atitude ouvir e valorizar isso…”, disse Gilberto Carvalho, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, após reunião com manifestantes do DF.

19h23 – Em pelo menos 11 capitais (Belém, Fortaleza, Maceió, Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre) houve manifestação hoje.

19h21 – Em Brasília, manifestantes protestam em frente ao Congresso Nacional.

19h00 – Do Viomundo: Caio Martins, do MPL, direto da manifestação: Haddad tem hoje mais disposição para o diálogo que Alckmin.

18h57 – Manifestantes marcham em direção à marginal Pinheiros. (Foto: Mídia Ninja)

18h50 – Manifestantes em passeata ocupam as duas faixas da avenida Faria Lima. (Foto: Reprodução Uol)

18h47 – Nas redes sociais, internautas dizem que agentes da PM e da Rocam fecharam os acessos à avenida Paulista.

18h45 – Enquanto isso em Belo Horizonte, helicópteros jogam bombas de gás para dispersar manifestantes (Foto: Reprodução / Twitter)

18h30 – Mais de 60 mil pessoas na manifestação. (Foto: AnonymousBrasil)

18h25 – Segundo relatos de manifestantes, o sinal de celular em volta do Largo da Batata foi bloqueado. Presentes pedem para avisar amigos que moram perto pra liberar wi-fi.

18h19 – “Ninguém em sã consciência pode ser contra manifestações da sociedade civil porque a democracia não é um pacto de silêncio, mas sim a sociedade em movimentação em busca de novas conquistas”, diz Lula, em página oficial no Facebook, sobre o protesto contra o aumento das passagens. “Não existe problema que não tenha solução. A única certeza é que o movimento social e as reivindicações não são coisa de polícia, mas sim de mesa de negociação. Estou seguro, se bem conheço o prefeito Fernando Haddad, que ele é um homem de negociação. Tenho certeza que dentre os manifestantes, a maioria tem disposição de ajudar a construir uma solução para o transporte urbano.”

18h10 – Do R7, segundo PM, mais de 60 mil pessoas participam do protesto.

18h08 – “Haddad eu não me engano / esse aumento tem bico de tucano”, grita a multidão. @mairakubik, via Twitter.

18h06 – Nas redes sociais, usuários relatam que os sinais de celular na região da Faria Lima foram cortados. A reportagem de Fórum, no Largo da Batata, confirma a dificuldade em estabelecer conexão.

18h05 – O Sindicato dos Lojistas de São (Sindilojas) recomendou que os comerciantes fechem as portas durante o quinto dia de ato contra o aumento das passagens em São Paulo.

17h58 –  “Parece uma marcha do Fórum Social Mundial, são milhares de pessoas, mais de 30 mil com certeza. O público é diverso”, diz o editor da Fórum, que está no Largo da Batata.

17h56 – Pessoas próximas a partidos de oposição ao governo federal distribuem bandeiras do Brasil, numa tentativa de dar uma conotação nacional ao protesto.

17h51 – Chef de cozinha Alex Atala também participa do protesto no Largo da Batata (Foto: Felipe Corvello)

17h34 – Milhares de manifestantes participam de protesto no Largo da Batata. (Foto: Mídia Ninja)

17h25 – “Não existe Jabor em SP”, diz faixa no Largo Batata. Via Twitter, do Idelber Avelar.

17h17 – Do Uol, Polícia intimida mulheres. Grupo feminista recomenda que mulheres não vistam saias e diz que policiais estavam “enfiando cacetetes debaixo das saias para desestabilizar emocionalmente as manifestantes”.

17h10 – Parte dos manifestantes do Movimento Passe Livre gritam para as pessoas que levaram bandeiras de partidos políticos: “Sem partido! Sem Bandeira!”

17h04 – Acompanhe transmissão ao vivo do Largo da Batata, em São Paulo, vista de uma janela de um prédio próximo.

Live Video streaming by Ustream

17h00 – Renato Rovai, editor da Fórum, informa que o número de manifestantes ainda é pequeno no Largo da Batata, em São Paulo, em relação às expectativas. Por enquanto, a estimativa é que 3 mil pessoas já estejam no local.

16h56 – Manifestantes já estão no Largo da Batata para o quinto protesto contra o aumento das tarifas no transporte público. (Foto: Renato Rovai)

16h53 – No Largo da Batata, equipe da Globo, com Caco Barcellos, é hostilizada aos gritos de “fora” e “abaixo a rede globo”, informa Lino Bocchini, no Facebook.

16h41 – A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), presidida por Marcelo Freixo, solicita a todos que enviem suas denúncias , imagens ou relatos, sobre a truculência policial na repressão aos atos contra o aumento das passagens, principalmente sobre a manifestação deste domingo, no Maracanã. A ideia é encaminhar o material apurado ao Ministério Público e à Defensoria Pública. O contato deve ser feito pelo telefone 2588-1555 ou pelo e-mail ascommarcelofreixo@gmail.com (Do Facebook do deputado estadual Marcelo Freixo)

16h34 – Na Fórum: Artistas e músicos declaram apoio aos protestos.

16h31 – Nota nº7: Nota do MPL sobre reunião na Prefeitura

16h29 – Do Twitter @erikadamata Direto da estação Faria Lima: revistas pesadas e dois presos já. NÃO USEM O METRÔ! #sp17j #spvaiparar #protestosp”

16h28 – Do Twitter do Lucas Morais (@luckas): A TROPA DE CHOQUE está barrando o #protestoBH na Av. Antonio Carlos na altura do Sacolão ABC e da Continental, na subida depois da Pedreira.

16h17 – Do Uol: Segundo a organização, já são 15 mil manifestantes nas ruas de BH. Os ativistas querem chegar até o Mineirão. http://migre.me/f3WgM

16h15– Antes do ato, manifestantes e Haddad não chegam a um acordo sobre redução do valor da passagem. Prefeito afirmou não ser possível revogar o aumento por “motivos técnicos”. Da Rede Brasil Atual: http://migre.me/f3VVk

16h12 – Via Carta Capital: Em contato com a redação de CartaCapital, a Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo no Mato Grosso (Secopa-MT) informou que o site hackeado nesta segunda-feira NÃO É o oficial da Copa do Mundo em Cuiabá.

O site da Secopa é o http://www.mtnacopa.mt.gov.br/ e não o www.copaemcuiaba.com.br

Pedimos desculpas pelo engano.

15h56 – Mapeamento colaborativoidentifica protestos iniciados contra o aumento da tarifa e lista locais onde a polícia é hostil e amigável. Informa ainda onde os manifestantes podem buscar abrigo e ajuda, como primeiros socorros e wi-fi.

15h47 – Do Twitter Lei Seca SP: Avisos de revistas em todas estações próximas a Pinheiros. Faria Lima, Consolação, Clínicas e Pinheiros.

15h43 – Do Twitter Panaisbouki: Governo de SP oferece colete para jornalistas. Eles recusam oferta e proposta é ironizada. Chamam de “abadá da bala”.

15h40 – Governo de SP recua e irá permitir que manifestantes ocupem av. Paulista e Marginal Pinheiros, nesta segunda-feira (17). Via Folha: http://migre.me/f3Unn

15h37 – O site de notícias da Copa do Mundo na cidade de Cuiabá foi hackeado nesta segunda-feira (17). Quando abre a página, o usuário se depara com um vídeo com as cenas de violência policial contra os manifestantes no ato da última quinta-feira (13).

http://copaemcuiaba.com.br/

15h25 – Lúcio Gregori, ex-secretário de Transportes na cidade de São Paulo no governo Luíza Erundina: Transporte gratuito é possível.

15h22 – No protesto de hoje, apesar da garantia do não uso de balas de borracha, policiais poderão utilizar gás lacrimogêneo, spray de pimenta e bombas de efeito moral. Via EBC.

15h19 – Do Valor Econômico: Para Tarso Genro, governos devem baratear as tarifas. Aqui.

15h15 – Nota do Movimento Passe Livre, de ontem, sobre assessoria jurídica: https://www.facebook.com/passelivresp/posts/531458280243761

15h05 – Do IG – Dois participantes da reunião da secretaria de Segurança Pública de São Paulo com o MPL dizem que comandante Benedito Meira sugeriu incluir na manifestação de hoje pedido pela prisão dos condenados no processo do Mensalão. Aqui.

14h50 – Do Mídia Ninja: Mais de 8.000 pessoas se reúnem agora na Praça Sete de Setembro, em Belo Horizonte, para concentração do 2° ATO BH pela Redução da Passagem.

13h32 – No Blog do Rovai: Haddad teve encontro com líder do Passe Livre hoje pela manhã

13h24 – Na Fórum: Estudo mostra que Passe Livre teve 62% de apoio nas redes sociais no dia 13/6

13h22 – Caetano 70 responde a Jabor de hoje

13h13 – Foto de entulhos de obra próximos ao Largo da Batata. Para participantes do movimento, material perigoso de fácil alcance pode ser “armadilha” para incitar confronto.

(Foto Adriana Delorenzo)

13:08 – Twitter da Veja é hackeado.

13h03 – Maria Inês Nassif no Facebook:

Eles poderiam ser nossos filhos. Nós corremos da polícia da Ditadura; o meu corpo carregou por muitos meses marcas de cassetes de borracha. Atrás de mim, vi se incendiarem bombas de efeito moral vencidas, que queimaram amigas que levaram essas marcas para o resto das suas vidas. Lutamos, os cinqüentões, os sessentões, os setentões de hoje para que nossos filhos e netos tivessem direito à liberdade. Esse direito está sendo subtraído deles pela polícia de Alckmin.

Sugiro que nós, com 50, 60 ou 70, estejamos amanhã junto com nossos filhos e netos no Largo da Batata, onde se iniciará a manifestação pelo Passe Livre. Mas agora não se trata da tarifa, mas de lembrar aos governantes dos direitos democráticos que tecemos com sangue e vida de vários dos nossos, a herança maior que podemos deixar aos nossos descendentes.

Ao Largo da Batata, pela democracia.

P.S: Os de 40 também são bem vindos.

12h58 – Conheça o grupo Mães na Manifestação.

12:55 – Participe do Coletivo Fórum de Jornalismo Colaborativo. Clique aqui.

 

 

Caio Martins, do MPL, direto da manifestação: Haddad tem hoje mais disposição para o diálogo que Alckmin



No artigo

1 comment

  1. Juscilene Juscilene Responder

    Maravilha


x