Juventude paulistana do PSDB muda de ideia sobre manifestações

Em nova nota, agremiação comemora "que milhares de jovens brasileiros tenham descoberto o poder das manifestações populares e do envolvimento com os temas da política nacional e local"

583 4

Em nova nota, agremiação comemora “que milhares de jovens brasileiros tenham descoberto o poder das manifestações populares e do envolvimento com os temas da política nacional e local”

Por Redação

Após divulgar nota no último dia 17 dizendo que não participaria das manifestações em São Paulo por entender que ele tinha “se transformado em movimento político  onde  um dos intuitos é de enfraquecer o governo do estado de São Paulo”, a Juventude paulistana do PSDB mudou de ideia em nota divulgada dia 19, após o anúncio da redução de tarifas de ônibus, metrô e trem anunciadas pelo governador Geraldo Alckmin e pelo prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Manifestantes no protesto de quinta-feira (21) na Avenida Paulista (Mídia Ninja)

Na nova nota, a agremiação “parabeniza a população paulistana que tomou as ruas, pela vitória alcançada com a revogação do aumento das tarifas dos transportes públicos”. O discurso adotado no texto foi o do “apartidarismo”. “A JPSDB Paulistana ter escolhido não participar com bandeiras, camisetas ou seja de forma institucional dos atos, foi em respeito aos desejos de todos os manifestantes para que partidos políticos não participassem e em repúdio a uma minoria que tentou se aproveitar dos atos, algumas vezes de forma violenta. Porém, a maioria dos integrantes do grupo participou individualmente e agora encararemos o desafio de estimular o debate interno em nosso partido, sobre essa nova forma de fazer política.”

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o presidente da movimento tucano, o analista de marketing Igor Cunha, de 30 anos, afirma ter havido um “mal-entendido” a respeito das duas notas. “Foi um erro de interpretação, as palavras não falaram por si só”, afirmou. “Desde o começo a gente se organizou para participar, ir lá lutar contra o aumento das tarifas. Mas sem bandeira partidária”.

Confira a íntegra da nota:

NOTA DA JUVENTUDE PAULISTANA DO PSDB

A Juventude do PSDB da capital parabeniza a população paulistana que tomou as ruas, pela vitória alcançada com a revogação do aumento das tarifas dos transportes públicos anunciada nesta tarde.

Esse movimento mostrou que o Brasil entrou em um novo momento de participação política e alterando as relações entre Poder Público e sociedade, de forma mais ágil, interativa, com diálogo e transparência.

Esperamos que a sociedade paulistana encare essa vitória como exemplo claro de que o poder realmente emana do povo. Dessa forma, essa será apenas a primeira de muitas vitórias, em tantas demandas que existem num país tão desigual, onde muitas prioridades do poder público estão desconectadas das reais necessidades da população.

A JPSDB Paulistana ter escolhido não participar com bandeiras, camisetas ou seja de forma institucional dos atos, foi em respeito aos desejos de todos os manifestantes para que partidos políticos não participassem e em repúdio a uma minoria que tentou se aproveitar dos atos, algumas vezes de forma violenta. Porém, a maioria dos integrantes do grupo participou individualmente e agora encararemos o desafio de estimular o debate interno em nosso partido, sobre essa nova forma de fazer política.

Estimular o envolvimento dos jovens na política é uma das mais importantes missões da Juventude do PSDB. Por isso, só podemos comemorar que milhares de jovens brasileiros tenham descoberto o poder das manifestações populares e do envolvimento com os temas da política nacional e local.

Por fim, parabenizamos o governador Geraldo Alckmin pela compreensão dessa nova realidade. O povo paulista sabe que a gestão do Governo do Estado de São Paulo é marcada pelo respeito aos recursos públicos e temos confiança de que a viabilização dos recursos será feita com seriedade, foco no interesse público e diálogo com a sociedade.

Isso é só o começo!

SECRETARIADO MUNICIPAL DA JUVENTUDE DO PSDB DE SÃO PAULO
São Paulo, 19 de junho de 2013



No artigo

4 comments

  1. lalalala Responder

    hahahaha essa juventude tucana é uma graça, hein? como assim eles foram “mas sem bandeira partidária”? que integrantes são esses? eu se fosse do pmdb sentiria vergonha…

  2. Arlan Demetre Responder

    Totalmente apartidários… principalmente quando parabenizam o Governador dizendo reconhecer que o Governo é marcado pelo respeito e blá blá blá blá… oportunismo mascarado chamando os outros de otários, idiotas e ignorantes. Esse é o futuro do Brasil… o mesmo de 100 anos atrás!!!!

  3. Arlan Demetre Responder

    Ah… Democracia é um processo fundamentado “também” sobre o direto e liberdade de expressão…

  4. Luis Rodrigues Responder

    Mas não é do PSDB o governo do Estado, responsável pelo aumento e que controla a polícia? Não podiam ter escutado as ruas no primeiro protesto? Quer dizer que o governo mandou a própria policia bater em vocês. Os caras que quebraram, incendiaram e começaram o arrombamento das lojas não apanharam nem foram combatidos, eram vocês aumentando o impacto do protesto para sensibilizar o governador e prefeito aliado?


x