Secretário de educação de Alagoas manda manifestantes tomar no c*

A ‘manifestação jocosa, brincalhona’ – como foi considerada pelo então secretário – desagradou os palacianos e resultou na exoneração do secretário

324 0

A ‘manifestação jocosa, brincalhona’ – como foi considerada pelo então secretário – desagradou os palacianos e resultou na exoneração do secretário

Railton Teixeira

A ‘manifestação jocosa, brincalhona’ – como foi considerada pelo então secretário – desagradou os palacianos e resultou na exoneração do secretário (Imagem: Reprodução)

O secretário de Estado da Educação de Alagoas, Adriano Soares, mandou um recado para os participantes da Jornada Nacional de Lutas, ocorrido durante todo o dia desta quinta-feira (11) que não repercutiu muito bem e ainda será alvo de uma ação na justiça. Em sua página pessoal do Facebook, Soares postou um vídeo do Youtube, da apresentadora Eliana, com o título, não tão sugestivo: ‘vá tomar no c*’ como homenagem à aqueles que, segundo ele, eram financiados pelo Governo Federal.

A publicação só durou apenas alguns minutos, mas a indignação dos alagoanos, que também usaram as redes sociais para mandarem o seu recado, ainda repercutia durante esta sexta-feira, 12, mesmo tentando se justificar, a medida não foi aceita e obrigou o governador do Estado a se pronunciar, na imprensa, para pedir que o seu secretário mantenha a postura de gestor.

A ‘manifestação jocosa, brincalhona’ – como foi considerada pelo então secretário – desagradou os palacianos e resultou na exoneração do secretário, anunciada pelo Governo de Alagoas, prevista para sair no Diário Oficial do Estado, na próxima semana. A postura do secretário foi considerada pela Central Única dos Trabalhadores como inaceitável e inadmissível. De acordo Amélia Fernandes, presidente da CUT, não é a primeira vez que o secretário usa as redes sociais para desrespeitar o trabalhador. “Demonstrando assim que não tem equilíbrio, muito menos entendimento do seja uma pasta de educação”, avaliou. 

Para Fernandes o Governo de Alagoas errou ao nomear uma “pessoa desequilibrada” para uma pasta prioritária de governo. “Diante disso não mediremos esforço e impetraremos com uma ação na justiça contra o Estado, primeiramente, por se tratar de um gestor que está em um cargo de confiança do governo, e o então secretário, pois ele representa o Estado e a sua postura é inadmissível”, relatou.

Adriano Soares foi contatado, pelas redes sociais e pelo telefone móvel, mas sem sucesso. Abaixo segue o Post de Adriano Soares: “Uma música em homenagem aos manifestantes de hoje, a thurma bancada pelo Governo Federal: UNE, CUT e MST. Música cantada por Eliana, que poderia ser cantada nesse exato momento por todos os motoristas que estão presos no trânsito, que nem chegam no trabalho nem voltam para casa. Para todos os que estão participando destas “manifestações” recebendo lanche, transporte e uns cinqüenta paus para levarem as bandeiras vermelhas dessa turma.” (sic)



No artigo

x