Lula abre Foro de São Paulo pedindo ‘nova esquerda’ e cuidado com integração regional

Ex-presidente sugere contraponto ao chamado Consenso de Washington: 'Um novo consenso das esquerdas'. E ironiza espionagem norte-americana: 'Tengo que hablar bajito'

2333 22

Ex-presidente sugere contraponto ao chamado Consenso de Washington: ‘Um novo consenso das esquerdas’. E ironiza espionagem norte-americana: ‘Tengo que hablar bajito’

Por Redação da Rede Brasil Atual

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na noite de hoje (2), na abertura do Foro de São Paulo, que, em um período de enfraquecimento da esquerda mundial, a América Latina poderá ser o “novo farol da esquerda que precisamos criar no mundo”. Ele manifestou preocupação com a necessidade de fortalecer a integração no continente. “Se o Brasil não assumir a responsabilidade, tudo será mais difícil. Temos de ser uma espécie de animadores desse processo”, afirmou.

Ele destacou as várias conversas e reuniões que teve nesse sentido com o ex-presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que morreu em março. “Chávez vai fazer muita falta. É muito triste o Chávez não estar aqui. Ele era uma figura diferenciada. Espero que o (Nicolás) Maduro cumpra exatamente o papel que o Chávez vinha fazendo. Estamos vendo que os Estados Unidos não brincam em serviço”, afirmou Lula, identificando um “interesse geopolítico” de enfraquecer as políticas de integração na região. “Eles não toleram que alguém que não seja do Conselho de Segurança da ONU seja ator global.” No início de seu discurso, em “portunhol”, Lula brincou com as denúncias de espionagem feita pelos órgãos de inteligência dos Estados Unidos. “Tengo que hablar bajito, porque o Departamento de Estado americano está gravando ou filmando.”

Para Lula, o Foro de São Paulo “é a melhor coisa que já criamos neste continente” e foi parte importante da chegada da esquerda ao poder na América Latina. “Em 1990, a esquerda latino-americana não acreditava que fosse possível chegar ao poder pela via da disputa democrática e sobretudo pela via eleitoral. E a história se encarregou de provar que a democracia exercida a partir da participação das massas pode ser o melhor caminho para que a esquerda chegue ao poder em qualquer país do mundo.”

Em contraponto ao chamado Consenso de Washington, ideário neoliberal que dominou parte do pensamento político no continente a partir dos anos 1990, Lula disse que pode ser pensado um “novo consenso das esquerdas”. “Nós poderemos criar um novo jeito de governar.”

Para o ex-presidente, houve evolução, “mas do ponto de vista da integração precisamos avançar 50 ou 100 vezes mais”.  Para isso, os dirigentes precisam trocar mais informações e o governos têm de dividir seu tempo, explicou. “Política externa a gente não faz por telefone”, afirmou. Também cobrou renovação da política, lembrando que as manifestações de junho no país surpreenderam a todos – partidos de esquerda e de direita, movimento sindical, movimento social. “Nós fomos ficando velhos e perguntando: cadê a juventude em nossos partidos? Ainda agimos da forma antiga para fazer política.”

Lula também destacou a importância da comunicação, afirmando que é preciso buscar novas formas de transmitir notícias e ideias. “Não podemos continuar chorando o problema da mídia conservadora. E não podemos continuar reclamando que nossos adversários usem a mídia contra nós. Com a internet, temos pela primeira vez a chance de criar instrumentos de comunicação entre nós e não ficar devendo favor a ninguém no mundo. Precisamos parar de reclamar e fazer o que está ao nosso alcance para que a gente possa ter a nossa própria mídia, nossa própria informação.”

Nacionalismo

O 19º Encontro do Foro de São Paulo foi aberto na quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo, na região central da capital paulista, com uma saudação em vídeo da presidenta Dilma Rousseff, que destacou a presença de “novos governos democráticos e populares”, segundo ela “firmes na defesa da soberania nacional”, mas sem se refugiar “em um nacionalismo estreito”.

Em seguida, a presidenta citou medidas de integração continental, como o Mercosul, a Unasul e a Celac. E disse reafirmar sua disposição, dela e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de “associar o futuro do Brasil ao futuro da América do Sul, de toda a América Latina e do Caribe”.

Dilma também fez menção às recentes manifestações, interpretadas por ela como demandas de jovens por melhorias de políticas públicas. “Meu governo e meu partido entenderam rapidamente o recado das ruas. Saudamos essas manifestações, convidamos os movimentos ao diálogo.” E acrescentou que esses movimentos não pediram a “volta ao passado”, mas avanços.

Na mesa de abertura estavam representantes da Bolívia, Cuba, El Salvador, Equador, México e Venezuela. Pelos partidos brasileiros, participaram os presidentes do PT, Rui Falcão, e do PCdoB, Renato Rabelo, além do primeiro vice-presidente do PSB, Roberto Amaral.

A primeira a falar foi a presidente da Assembleia Nacional do Equador, Gabriela Rivadeneira, que manifestou “repúdio absoluto” à espionagem do governo norte-americano a países e cidadãos. “Não somos mais quintais de nenhum império”, afirmou.

Também discursou o vice-presidente de El Salvador, Salvador Sánchez Cerén, candidato à presidência nas eleições que se disputarão em fevereiro de 2014. Ele afirmou apoiar o processo de pacificação em curso na Colômbia e defendeu o entendimento entre Argentina e Reino Unido e o fim do bloqueio econômico a Cuba.

O pronunciamento seguinte foi justamente de Olga Lidia Tapia, do Partido Comunista de Cuba, que citou os golpes recentes no Paraguai e em Honduras. “O aprofundamento da crise global teve consequências sociais, com aumento das desigualdades”, acrescentou.

Segundo a organização do encontro, estão inscritas 1.118 pessoas – entre delegados, observadores e convidados –, sendo 805 do Brasil e 238 dos demais países das Américas, além de representantes da África, Ásia e Europa. O encerramento será no domingo (4), com presença do presidente da Bolívia, Evo Morales.



No artigo

22 comments

  1. Luciane Responder

    Raça de víboras. Socialismo e Comunismo já foram varridos para o lixo na Europa e esses nostálgicos tentam trazer essa ” M” para o Brasil. A juventude brasileira não apoia nada disso não, oportunistas.

    1. Alice Vieira Responder

      Sinto muito te dizer, mas você está enganada. A Europa vive a social democracia, que é de ESQUERDA, lá não tem neoliberalismo, o Estado é forte e nacionalista. A América Latina está tentando fazer isso internamente e se livrar dos verdadeiros oportunistas, as multinacionais que sugam as riquezas do nosso país e levam para o exterior, sem trazer benefícios sociais para o continente. O Brasil, infelizmente, não alcançou um governo verdadeiramente de esquerda, como a Venezuela, que graças a isso, eles melhoraram significativamente seus índices sociais, estando muito a frente do Brasil.

      1. Affaaaa Responder

        ta loco é? Aqueles indíces é manipulado. Amigos que foram na Venezuela falam que lá é dezenas de vezes pior que aqui. Vai em um grupo de brasileiros na Venezuela e pergunte!

      2. André Responder

        “Pula que pariu”

        Você deve ser uma psicopata.

        Venezuela: um presidente dispendioso; uma ditadura comunista; uma mídia censurada; uma gente revoltada… quer mais, pesquisa aê.

        Essa eu ofereço pra você. Pois é exatamente o que um comunista ou esquerdista – são as mesmas coisas – tencionam.

        “Pelo Avesso”
        Titãs

      3. newton Responder

        Acho que você deve ficar melhor informado, na Europa só existem quatro países com governantes que se dizem “socialistas”, Portugal, França, Espanha e Grécia….Como disse a Luciene, essa “M” de comunismo/socialismo foi banida da Europa, e se essa porcaria fosse boa, o mundo todo seria essa “M”.

      4. Thiago Henrique Responder

        É verdade mesmo,as multinacionais sugam quase tudo do país,mais deixam para trás salários dignos ou quase isso e verdadeira liberdade de ir e vir,não pense Alice que vc terá isso depois da unificação comunista da América,será como todos nós uma escrava e seus filhos e tudo que ama será destruído com esse regime.

      5. daiane Responder

        Alice vc esta sendo enganada,por noticias manipuladas,isso ñ é vdd,eles ñ estão na frente do brasil,a pobreza na venezuela ultrapassa a nossa,se vc tem dúvidas vai la e veja com seus proprios olhos.

      6. Luiz Responder

        Venezuela?! Melhoras nos índices sociais?! Meu deus, depois é o conservador que tem discurso pronto. Se informe melhor Alice.

      7. Luiz Responder

        Ah, mande uns caixões para lá e papel higiênico, por que lá está em falta. ;D

    2. Cidadão Responder

      Vamos banir essas víboras da nossa política pelo voto

    3. vera Responder

      Na Venezuela não tem nem papel pra limpar a bunda! Se Cuba fosse tão bom, o povo não saia de lá fugido! Quem tem ideias comunistas deveriam enfiar as mesmas no cú, pois pra mim não passa de uma ditadura disfarçada!

  2. Dk Responder

    Fale por você, Luciane. A esquerda sempre lutará pela classe oprimida, e não pela opressora. Sou jovem, e apoio fortemente a esquerdização.

    1. JOSÉ RICARDO Responder

      A ESQUERDA NUNCA LUTOU POR NINGUÉM, SEMPRE LUTOU PELOS SEUS PRÓPRIO INTERESSES DE PODER…COMUNISTAS NO GERAL NÃO SE PREOCUPAM COM A SOCIEDADE. SE TIVER CORAGEM, ASSISTA A ESTE DOCUMENTÁRIO FEITO POR HISTORIADORES SOVIÉTICOS!!! http://www.youtube.com/watch?v=AkLIVwVkksg

  3. Fodex Silva Responder

    Engracado veja o próprio lula até hj vive de favor em um apartamento emprestado, e a única minoria q arrumaram foi o proprio bolso hj com 2 bilhões e do filho gênio lulinha q de zelador de zologico foi catapultado a fazendeiro milionário e o povo com o bolsa esmola, cade a saúde a educação a segurança o transporte isso como ele costuma dizer ” eu nao sei de nada” acorda povao

  4. Lu Cifer Responder

    Fué asi que la extrema izquierda consiguió, despues de 5 tentativas electorales, colocar Allende en el poder solo porque a última hora la democracia cristiana de derecha se dividió y presentaron candidatos separados dejando a la izquierda infimamente mayor por lo que Allende fué electo por mayoria relativa y estaban armandose para der el golpe para perpetuarse en el poder como lo hicieron en Cuba.
    Gracias Generalisimo Augusto Pinochet , consiguió arrancar Chile de las garras del comunismo internacional, estaban listos y armados para dar el zarpaso y hacer de Chile una segunda dictadura Cubana , como si el comunismo hubiese dado cierto en algún lugar del mundo! ..y usted los frustró, nunca lo olvidaremos y ellos nunca lo perdonarán, no debemos permitir que por resquicios legales, minorias gobiernen mayorias…!!
    GRACIAS GENERAL

    1. Celso Responder

      Vcs que ainda acreditam na estória da carochinha!!! olhem só quem é o verdadeiro Lula, “coitadinho, defensor dos pobres e oprimidos”.
      Caso não acreditem e queiram mais informações estou a disposição da verdade.

      À SERVIÇO DA COMISSÃO DA VERDADE INFORMAMOS QUE:
      O BRASIL AINDA TEM SOLUÇÃO

      Para ciência de todos, aparentemente o HOMEM NÃO É MAIS INTOCÁVEL, acrescento ainda o CPF do ex-presidente para consulta de demais processos no site do TRF, é:
      CPF: 070.680.938 -68.
      LULA… FINALMENTE ESTA PERDENDO!
      SAIU NA IMPRENSA PORTUGUESA PORQUE, COMO TODOS SABEM,
      A IMPRENSA BRASILEIRA É MUITO BEM PAGA PELO PT PARA PROTEGÊ-LO.
      ENTÃO, TEMOS QUE FAZER NÓS, INTERNAUTAS, O PAPEL QUE A IMPRENSA NÃO FAZ.
      O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PEDIU O BLOQUEIO DOS BENS DO LULA NO VALOR DE R$ 9.526.070,64 POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.

      É difícil de acreditar,
      não é mesmo ?
      Então confira o processo na Justiça Federal:
      htpp://processual.trf1.jus.br/consultaProcessual/processo.php?secao=DF&proc=78070820114013400

  5. João Responder

    Tá na hora dos militares assumirem o poder e acabarem com esse circo no Brasil. Forças armadas! Precisamos de vocês!! Intervenção Militar JÁ!

  6. Celso Responder

    Para todos aqueles que não acreditam nos verdadeiros interesses do atual governo do PT, leiam e mantenham-se informados para não virarem massa de manobra desses que só querem destruir nosso querido Brasil. Nós estamos de olho, fiquem conosco.

    Segue a ideologia de GRAMSCI será mais uma grande coincidência de fatos ou realmente estamos ficando cegos e burros !!!!!!

    Antonio Gramsci
    (1891-1937)

    Intelectual italiano e um dos fundadores do Partido Comunista Italiano (PCI) em 1921,percebeu que a implantação do comunismo nos países do Ocidente não deveria seguir o modelo russo (LENIN) do uso da violência para conquistar ou tomar o Estado, mas, sim, ao contrário, primeiro conquistar o Estado e depois, então, a aplicação da violência para finalizar o processo.

    Nessa concepção, destaca-se o valor atribuído ao seu entendimento de Sociedade Civil como sendo o espaço social onde deve ocorrer a luta pela hegemonia , para que a classe subalterna passe a ser a Classe Dirigente.

    Um grupo social da classe dirigente, assumindo o controle da Sociedade
    Política (Estado), permite que o partido da Classe Dirigente seja posicionado acima do Estado.

    A manobra simples, lenta e gradual utiliza-se dos instrumentos legais e políticos
    da democracia para, de forma pacífica e sorrateira, minar e enfraquecer as
    principais trincheiras democráticas: Executivo, Legislativo, Judiciário, Forças
    Armadas, Religião e Família. Usando a propaganda subliminar, o populismo e a
    demagogia, as consciências são entorpecidas e é criada a sociedade massificada
    para a luta pela hegemonia.

    O envolvimento estratégico também é simples e eficaz, conduzindo o processo em três fases:

    – na primeira, organiza o Partido
    das Classes Subalternas e luta pela ampliação das franquias democráticas para
    facilitar a ação política, explorando as deficiências e vulnerabilidades do
    governo;

    – na segunda, luta pela hegemonia
    das classes subalternas, criando as condições para a tomada do poder;

    – na terceira fase, toma o poder,
    impondo novos valores e princípios através de uma nova ordem.

    O “socialismo pacífico” é a etapa intermediária para o “socialismo marxista”, o
    marxismo-leninismo, o comunismo…

    Preso em 1926, escreveu na prisão “Cadernos do Cárcere” contendo o seu pensamento
    sobre a tomada do poder de forma pacífica. Foi libertado pouco antes de morrer
    em 1937.

    O gramscismo contagiou países da Europa e, hoje, está transbordando na América do
    Sul.

    A PENETRAÇÃO GRAMSCISTA NO BRASIL

    FINALIDADE

    Criar as melhores condições para
    transformar o Brasil em uma República Socialista sob a inspiração de Antônio
    Gramsci.

    OBJETIVOS

    1. Obter a hegemonia na sociedade civil.

    2. Obter a hegemonia na sociedade política ( Estado)

    3. Estabelecer o domínio do intelectual coletivo (partido classe).

    4. Silenciar os intelectuais independentes.

    MÉTODO

    Realizar a transformação intelectual e moral da sociedade pelo abandono de suas tradições, usos e costumes, mudando valores culturais de forma progressiva e contínua,
    introduzindo novos conceitos que, absorvidos pelas pessoas, criam o “senso
    comum modificado”, gerando uma consciência homogênea construída com sutileza e sem aparente conteúdo ideológico, buscando a identificação com os anseios e necessidades não atendidas pelo poder público.

    Assim é estabelecido o desejo de mudança em direção a um mundo novo, com a sociedade controlada através dos mecanismos de uma “democracia popular”, onde os pensadores livres, temendo o rótulo de retrógrados ou alienados, se submetem a uma prisão sem grades calando a voz de divergência existente dentro de si e se deixam, assim, vencer pelo “senso comum modificado”. Este prossegue intoxicando a sociedade, sob a égide do Estado, usado para reduzir e
    suprimir a capacidade de reação individual e coletiva.

    Nesse momento, está construída a base para a “tomada do poder” e consequente implantação do Estado Socialista.

    AÇÕES QUE ENFRAQUECEM TRINCHEIRAS DA DEMOCRACIA

    I. PARTIDOS POLÍTICOS
    · Estimular o número elevado de partidos para enfraquecer a oposição e facilitar a tática de “ aliança”, favorecendo o “partido classe”.

    · Manter a regionalização dos partidos; o controle por caciques ou oligarquias regionais afeta a unidade nacional, favorecendo o enfraquecimento dos partidos políticos de oposição e favorecendo o “partido classe”, que possui “unidade de comando”.

    · Admitir a pluralidade de esquerda para ser bem explorada pelo “partido classe” por tempo determinado.

    · Esvaziar as poucas lideranças da oposição através
    de patrulhamento e ataque (dossiê) direto ou indireto (parentes).

    · Criar fatos novos para o esquecimento das mazelas de militantes do “partido classe” e aliados.

    · Afastar ou mudar de cargo o militante com erro focado pela mídia de oposição, para a sua proteção e do “partido classe”.

    · Usar a “mídia da situação” para silenciar as mazelas dos militantes do “partido classe”.

    · Infiltrar militantes nos outros partidos para obter o seu controle e esvaziar os líderes de oposição, os neutros e os que não
    são adeptos do “partido classe”.

    II.EXECUTIVO

    · Criar aparelhos governamentais de coerção.

    · Distribuir cargos em órgãos e empresas públicas para militantes do partido-classe e seus aliados, em todos os níveis da administração (federal, estadual e
    municipal), (aparelhar o Estado).

    · Criar uma estrutura policial que possa ser transformada em Guarda Nacional ou Guarda Pessoal ou em Polícia Política ( Polícia Federal, Força Nacional) para emprego imediato, quando chegar o momento oportuno.

    · Ampliar o “curral eleitoral” usando o assistencialismo como fim e não como meio, mantendo o benefício por tempo indeterminado.

    · Manter o “curral eleitoral” através de um sistema de ensino, controlando o baixo nível de aprendizagem e desenvolvimento da inteligência.

    · Silenciar a imprensa através de emprego da verba pública destinada à propaganda, mantendo a população sem informação correta.

    · Neutralizar políticos de oposição e aliados através de distribuição de dinheiro, cargo público ou qualquer outro tipo de benefício pessoal ou familiar.

    · Criar ou fortalecer um organismo sulamericano para diminuir a importância da OEA (EUA).

    · Participar de um bloco sulamericano de repúblicas socialistas democráticas.

    · Facilitar a penetração cultural e a projeção dos intelectuais orgânicos.

    · Denegrir heróis nacionais.

    · Enaltecer militantes da ideologia marxista.

    · Desmerecer fatos e vultos marcantes da História Nacional.

    · Impedir a tomada da Consciência Nacional.

    · Entorpecer a Vontade Nacional.

    · Eliminar valores do processo histórico-cultural nacional.

    · Mudar usos e costumes.

    · Enfraquecer o moral nacional.

    · Mudar traços da identidade nacional.

    · Mudar valores e princípios ético-morais.

    · Enfraquecer a família.

    · Enfraquecer a coesão-nacional.

    · Lançar a discórdia no seio da população.

    · Desviar o foco dos debates em torno de questões relevantes em áreas estratégicas (saúde, educação, segurança, defesa, etc), isentando o Governo de responsabilidade pelas deficiências e vulnerabilidades.

    · Estabelecer um poder paralelo ao do Estado (Conselho de Política Externa, Comissão de Direitos Humanos, etc).

    · Alimentar as ONGs com o dinheiro público e estimular outras para atuarem na sociedade civil, apoiando direta ou indiretamente a luta pela sua hegemonia.

    III.LEGISLATIVO

    · Eleger militantes do Partido-Classe.

    · Unir temporariamente os partidos de mesma ideologia.

    · Fazer alianças com partidos de ideologia oposta.

    · Desmoralizar o Legislativo, mantendo privilégios, barganhas e a falta de espírito público.

    · Criar leis para dar o respaldo às mudanças de usos, costumes e valores da
    nacionalidade brasileira.

    · Obter o controle do Legislativo para
    conquistar o domínio da sociedade política ( Estado), através do
    Partido-Classe.

    · Enfraquecer o Legislativo como fiscal do Executivo.

    · Submeter o Estado ao controle do Partido-Classe.

    IV.JUDICIÁRIO

    · Retardar ou impedir a modernização da estrutura do judiciário.

    · Retardar ou impedir o aperfeiçoamento do funcionamento do judiciário.

    · Estimular o corporativismo extremado na magistratura.

    · Manter o magistrado afastado do povo e das suas necessidades.

    · Difundir na sociedade civil as ideias de parcialidade, ineficiência e improbidade do judiciário.

    · Desacreditar o judiciário perante as classes subalternas, explorando a lentidão funcional e a corrupção e privilégios dos magistrados como funcionários públicos

    . Aparelhar o judiciário.

    V.ESCOLA

    · Usar as universidades como refúgio ideológico.

    · Buscar a hegemonia nos meios intelectuais.

    · Construir nova massa de manobra, usando as universidades, a mídia e as editoras.

    · Criar a geração revolucionaria nas escolas do ensino médio.

    · Usar professores da nova massa de manobra no ensino básico
    (fundamental e médio).

    · Fortalecer o controle do sistema de ensino que não ensina a pensar, através do mec.

    · Apagar a memória do povo reescrevendo a história do Brasil para fatos e vultos nacionais relevantes.

    · Mudar valores e princípios ético-morais (professores homossexuais no ensino médio e fundamental, alterando a estrutura familiar).

    · Enfraquecer a vontade nacional.

    · Transformar a consciência nacional em consciência do partido político.

    · Controlar escolas e universidades particulares através de sindicatos e com uma reforma universitária.

    VI.FORÇAS ARMADAS

    · Enfraquecer a união dos militares, afastando os militares da ativa dos militares inativos.

    · Enfraquecer o “espírito de corpo”, separando os oficiais generais da tropa.

    · Introduzir, a curto prazo, o uso de drogas entre os militares.

    · Disseminar, a médio prazo, o homossexualismo entre os militares.

    · Preparar, a longo prazo, as gerações de chefes militares que servirão ao governo, e não à pátria, modificando a grade curricular das escolas de formação.

    · Enfraquecer a credibilidade e a confiança da população nas forças armadas.

    · Desestimular profissionalmente os militares que servem à pátria e não ao governo.

    · Criar o ambiente em que os oficiais terão apenas a visão da expressão militar e não de todo o poder nacional.

    · Enfraquecer o “espírito combativo”, de fundamental importância no confronto bélico.

    CONSIDERAÇÕES FINAIS

    O pensamento de Gramsci está sendo aplicado de forma dissimulada e protegida pelas franquias da democracia, tornando difícil a sua identificação.

    Conhecendo o pensamento de Gramsci, as técnicas para a sua aplicação e com uma análise paciente e detalhada da conjuntura nacional, chega a ser surpreendente a infiltração do marxismo –gramscismo na sociedade
    brasileira.

    Encontrando Gramsci, a decisão sobre o que e como fazer é do descobridor.

    Já é hora de deixarem de lutar por ideologias importadas, inadequadas às características do brasileiro, que atendem a interesses estrangeiros ao dificultarem o progresso do nosso país.

  7. Cidadão Responder

    Vamos fazer uma Frente Nacional contra esses canalhas que se utilizam da massa popular para encher os cofres dos familiares. Vamos varrer essa escória da nossa Política no voto. Eles não informaram de onde veio o dinheiro para financiar essa reunião de canalhas.

  8. Cidadão Responder

    Vamos varrer essa escória de nossa política pelo voto. Não vamos permitir que eles afundem com o Brasil, assim como fizeram com a Venezuela e outros mais. Fora Cuba

  9. Eliana Lames Responder

    Sou uma advogada sexagenária que sou contra qualquer regime totalitário,quer de Direita,como de Esquerda;qualquer cerceamento de liberdade.Ou seja ,se você pensa diferente de quem está no poder,será considerado subversivo,ou reacionário.Eu sou democrata ,uma cidadã contribuinte e nacionalista.

  10. Poncio Responder

    De acordo com esses canalhas somos todos deshonestos ?Pois eles além de deshonestos são ou burros ou incompetentes pois a cúpula de comparsas do mensalão está presa e bem presa. Não sabem nem roubar, velhinhos comunistas !!??


x