Militar que vazou documentos dos EUA ao Wikileaks afirma que é mulher

Conhecido como Bradley Manning, militar norte-americano vai passar por um tratamento de mudança de gênero e quer ser chamado de Chelsea

342 0

Conhecido como Bradley Manning, militar norte-americano vai passar por um tratamento de mudança de gênero e deseja ser chamado de Chelsea

Da Redação

Foto enviada por Manning aos seus superiores em 2010 (Reprodução)

O militar americano conhecido até então como Bradley Manning, responsável pelo vazamento de documentos confidenciais dos EUA para o site Wikileaks, revelou nesta quinta-feira, 25, que é uma mulher e deseja viver com o nome de Chelsea.

Manning fez a revelação, através de uma carta lida em um programa exibido pela emissora NBC News, um dia após ser condenado a 35 anos de prisão pelo vazamento de informações confidenciais. Em sete anos, o militar pode fazer um pedido para obter a liberdade condicional.

“Como uma transição para este próximo estágio da minha vida, quero que todos conheçam o verdadeiro eu. Eu sou Chelsea Manning. Sou uma mulher. Dada a maneira como me sinto, e tenho me sentido desde criança, quero começar um tratamento hormonal assim que possível. Espero que vocês me apoiem nesta transição (…) Solicito também que, começando hoje, vocês se refiram a mim pelo meu novo novo e use o pronome feminino [salvo em correspondência oficial à prisão]. Espero receber cartas de apoiadores e ter a chance de escrever de volta”, afirmou Chelsea na carta.

O repórter Felipe Amorim, da Revista Samuel, já havia revelado que Manning tinha deixado clara sua transsexualidade em uma correspondência enviada ao hacker Adrian Lamo. “Eu questionei o meu gênero durante vários anos… a orientação sexual foi fácil de descobrir… mas comecei a aceitar isso durante os primeiros meses da minha missão [no Iraque]”, afirmou em 2010.

Em julho de 2010, a New York Magazine publicou um perfil de Manning, onde um terapeuta anônimo declarou ter conversado sobre o assunto com a militar. “Bradley sentia que era uma mulher. Ele estava muito decidido sobre isso. Ele realmente queria fazer a cirurgia”, declarou o terapeuta. No mesmo ano, em abril, Manning enviou um e-mail em que comunicava aos seus superiores ser transgênero, juntamente com uma foto sua maquiado e com uma peruca loira.

Com informações do Opera Mundi.



No artigo

x