73,9% dos brasileiros aprovam o Programa Mais Médicos

Pesquisa da CNT divulgada nesta terça-feira (10) aponta que iniciativa do governo federal contribui para a recuperação da popularidade da presidenta Dilma Rousseff

354 0

Pesquisa da CNT divulgada nesta terça-feira (10) aponta que iniciativa do governo federal contribui para a recuperação da popularidade da presidenta Dilma Rousseff  

Da Redação 

Maioria dos brasileiros aprova o Programa Mais Médicos. Iniciativa do governo federal colaborou com o aumento da popularidade da presidenta Dilma Rousseff (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Pesquisa divulgada pela CNT (Confederação Nacional dos Transportes) nesta terça-feira (10) demonstrou que a maioria da população brasileira apoia o Programa Mais Médicos. 73,9% dos entrevistados afirmaram ser favoráveis à iniciativa do governo federal de levar médicos para municípios carentes deste tipo de profissional na rede pública de saúde.

Os dados apurados na pesquisa revelam ainda que 49,6% dos entrevistados acreditam que o programa irá solucionar problemas graves da saúde no país. Para 34,7% dos entrevistados, os serviços de saúde vão melhorar já nos próximos seis meses.

A pesquisa indica que o lançamento do Programa Mais Médicos colaborou para a recuperação da aprovação do governo da presidenta Dilma Rousseff, que alcançou 38,1%. O percentual representa uma crescimento de 6,8 pontos em relação à última pesquisa da CNT, realizada em julho, quando o governo foi avaliado positivamente por 31,3% dos entrevistados. Já o desempenho pessoal da presidenta foi positivo para 58% das pessoas pesquisadas, um crescimento de 8,4 pontos em relação a julho. A desaprovação da gestão da presidenta ficou em 40,5%. Em julho, este percentual era de 47,3%; e em junho, 20,4%.

A CNT também levantou dados quanto aos possíveis cenários na eleição presidencial do ano que vem. Na pesquisa espontânea, quando não são apresentados os nomes dos candidatos aos entrevistados, a presidenta Dilma Rousseff aparece em primeiro lugar com 16% das intenções de voto. Em seguida aparecem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (9,7%), Marina Silva (5,8%), Aécio Neves (4,7%), Eduardo Campos (1,6%), José Serra (1%), Geraldo Alckmin (0,5%) e Joaquim Barbosa (0,5%).

Já na pesquisa estimulada, quando é apresentada uma lista de candidatos aos entrevistados, a presidenta Dilma tem 36,4% das intenções de voto, um crescimento de três pontos percentuais em relação a julho. Neste cenário, Marina Silva tem 22,4%; Aécio Neves, 15,2%, e Eduardo Campos, 5,2%. Em um possível segundo turno, Dilma teria 40,7% das intenções de voto, contra 31,9% de Marina Silva.

A pesquisa CNT ouviu 2.002 pessoas, em 135 municípios de 21 estados, entre os dias 31 de agosto e 4 de setembro.

Com informações da Agência Brasil.



No artigo

x