New Hit, grupo suspeito de estupro, encerra as atividades e não se apresentará mais

O fim da banda foi anunciado pelo empresário. Nove integrantes chegaram a ser presos em 2012

396 0

O fim da banda foi anunciado pelo empresário. Nove integrantes chegaram a ser presos em 2012

Por Igor Carvalho

Nove integrantes da New Hit são suspeitos de estupro (Foto: Divulgação)

Na última quarta-feira (11), Jorge Sacramento, empresário da New Hit, confirmou  que o grupo encerrou suas atividades. Nove integrantes da banda são suspeitos de estuprarem duas adolescentes de 16 anos, na Bahia, em 2012.

Em nota oficial, o empresário afirmou que decidiu encerrar o projeto pois os integrantes estavam com “problemas agregados e a banda não estava conseguindo focar as coisas.”

Leia também:
Caso New Hit: 2 garotas estupradas por 8 homens e o silêncio na mídia

A denúncia do estupro completou um ano no dia 28 de agosto e as próximas audiências do julgamento dos suspeitos estão marcadas para os dias 17, 18 e 19 de setembro.

No último dia 5 em uma audiência fechada, todos os envolvidos no caso foram escutados pela juíza que preside a ação penal. Além de estupro, os réus são acusados também por formação de quadrilha.

Entre os nove suspeitos estão dançarinos, instrumentistas, o vocalista e até o segurança da trupe, que é policial militar.

O estupro teria ocorrido dentro do ônibus de turnê da banda, após uma micareta em Ruy Barbosa, na Bahia. Os integrantes ficaram detidos por 38 dias.

As duas adolescentes foram acolhidas no Programa de Proteção a Criança e Adolescente Ameaçados de Morte (PPCAAM), porém a mãe de uma das meninas pediu que a filha fosse retirada do programa. 



No artigo

x