Dilma irá cancelar viagem ao EUA

Presidenta levou em consideração a falta de explicações dos americanos e de um pedido de desculpas

270 0

Presidenta levou em consideração a falta de explicações dos americanos e de um pedido de desculpas

Por Redação

Dilma Roussef e Barack Obama não vão se encontrar em outubro (Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República)

A presidenta Dilma Roussef decidiu cancelar a visita que faria no dia 23 de outubro aos EUA. O governo brasileiro esperava explicações e um pedido de desculpas do governo americano, que não aconteceram.

A viagem estava ameaçada desde que foi revelado a espionagem da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) na comunicação e vida de Dilma. A decisão foi tomada após reunião na última sexta-feira (13), em Brasília, com a presença do ex-presidente Lula, os ministros Aloizio Mercadante [Educação], José Eduardo Cardozo [Justiça], o presidente do PT, Rui Falcão, o ex-ministro das Comunicações Franklin Martins, o publicitário João Santana e o chefe do gabinete presidencial, Giles Azevedo.

Segundo a Folha de S. Paulo, no encontro, Dilma comunicou que não iria aos EUA e teve apoio de todos que estavam na reunião, em especial de Lula, que tem feito duras criticas ao governo de Barack Obama.

O Brasil não ficou satisfeito com as explicações americanas sobre o sistema de espionagem da NSA e esperava um pedido formal de desculpas do governo americano, que não houve.  A visita de Estado, divulgada em maio, seria a única neste ano acolhida pelo presidente Barack Obama. 

 



No artigo

x