“Deram três tapas na minha cara”, afirma jovem expulsa de culto a pedido de Feliciano

Beijo entre namoradas em culto dirigido pelo pastor-deputado motivou a reação violenta

760 13

Beijo entre namoradas em culto dirigido pelo pastor-deputado motivou a reação violenta

Por Redação

Joana Palhares, de 18 anos, é levada por policiais (Foto: Reprodução/Facebook)

Durante o “Glorifica Litoral”, evento gospel que terminou neste domingo (15) em São Sebastião, litoral norte de São Paulo, duas jovens foram agredidas e expulsas do local após se beijarem por ordem do pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), que dirigia o culto. A notícia é do portal G1.

Ao perceber que os fiéis alertavam para o fato de Yunka Mihura, de 20 anos, e Joana Palhares, de 18, terem se beijado, Feliciano pediu que a força policial interviesse. “A Polícia Militar que aqui está, dê um jeitinho naquelas duas garotas que estão se beijando. Aquelas duas meninas têm que sair daqui algemadas”. Imediatamente, as duas foram expulsas do evento.

As jovens foram retiradas à força e algemadas por pelo menos seis guardas-civis municipais, e depois encaminhadas para a delegacia. No caminho, alegam terem sofrido agressões. “Eles tiraram a gente do meio do povo e colocaram para dentro da grade. A partir do momento em que levaram a gente para debaixo do palco, me jogaram de canto na grade, deram três tapas na minha cara e começaram a torcer meu braço”, acusa a estudante Joana Palhares ao G1.

Feliciano ainda lembrou que a arena de eventos, localizada na Rua da Praia, não era a “casa da mãe Joana, é a casa de Deus”. Sua pregação encerrava a 5º edição do “Glorifica Litoral”, que teve 200 mil pessoas presentes durante os dias do evento, segundo os organizadores.



No artigo

13 comments

  1. Jose Egídio da Silva Neto Responder

    Vá fazer protesto de língua dentro do congresso nacional que é um local de acesso ao publico e vai ver o que acontece….

  2. medusa_byron Responder

    Imbecil! A rua é publica e não é a “Casa de deus”. Já colocaram o bispo no trono e não nos avisaram?!? Onde esse pais vai chegar?

    1. medusa_byron Responder

      Até onde eu entendo de teologia cristã “casa de Deus” é o templo, a igreja. Não a praça publica. Era só o que me faltava…

  3. medusa_byron Responder

    Sim, é local adequado. A rua é publica. Direito de ir e vir. Laicidade de Estado. Artigo V da CF. Cade vcs?

    1. Diego Pollon Responder

      Significa então que era local para elas se beijarem se quisessem!
      E mais, se você concorda com tudo isso, segue minha opinião de que o proximo que pregar na minha frente também vai levar 3 tapas na cara!

  4. Leilson Responder

    Parabéns ao Pastor Marco Feliciano e a Polícia por esse ato nobre contra essas duas depravadas. MARCO FELICIANO PRESIDENTE DO BRASIL.
    na graça,
    Leilson

    1. Mosh Ben Sadiqin Responder

      Na desgraça, você quer dizer né? Se esse cara ser presidente da república um dia aí sim Apocalypse now!

  5. HULGA Responder

    querido O FELICIANO PAGO PARA ALUGA A ARENA, E ELE FAZ O QUE ELE QUISER ALI, E QUEM ENTRA ALI TEM QUE RESPEITA AS REGRAS. VOCE DESRESPEITAS AS REGRAS DO SEU CHEFE , SE FIZER ISSO VAI SE MANDADO EMBORA, ENTÃO POR FICAM CRITICANDO, PIMENTA NO OLHO DO OUTRO É REFLEXO. ELAS QUEREM BEIJA, VAI PRA CASA DELAS, PRO MOTEL. EU SEI QUE TEM MUITOS HOMOSSEXUAIS QUE RESPEITAM NOSSA CONDUTA E NÃO FICAM NOS AFRONTANDO, E ESSES QUE FICAM AFRONTANDO, QUEREM O QUE, É APARECER. 15 E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. POR TANDO ELE PREGA AONDE ELE QUISER SE ELE, FOI LIBERADO PRA TAL. AGORA MANDA ESSAS MOCINHA IR FAZER ISSO LÁ NA CÂMERA DOS DEPUTADOS.

  6. Guest Responder

    não sou preconceituosa mais essas garotas ja foram pra causar mesmo . Porque quem quer respeito se Dá ao respeito não impõe isso e ále do mais culto não é lugar pra fazer o que elas fizeram independentemente de ser um casal gay ou hétero Na minha opinião

  7. medusa_byron Responder

    Não era culto. O artigo 19 da CF proibe a concessão de verbas publicas para eventos religiosos ;)

  8. medusa_byron Responder

    A CF no seu artigo 19 proibe a concessão de verba e espaços publicos para eventos religiosos, logo não se tratava de um culto. E o Artigo V reza: “IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;”. Ou seja, mais dois crimes praticados pelo Feliciano só naquele dia. Obrigada pela dica ;)

  9. medusa_byron Responder

    Sim, a ignorácia é uma maldição mesmo

  10. Lauro Lustosa Neto Responder

    UIbiratan, além de ser um grande desconhecedor das leis, inclusive da Constituição Federal, você se mostra um grande desconhecerdor da língua portuguesa. Você afirma que Marco Feliciano, estava certo dar voz de prisão as duas mulheres e que, quelquer pessoa podia fazer o mesmos. Pois bem, se as duas mulheres fossem conhecedoras da Lei, elas também, poderim ter dados voz de prisão ao patético e preconceituso Marco Feliciano, por abuso de uma altoridade que não lhe foi dada.


x