Luto das atrizes globais. Medo do Fisco?

Altamiro Borges comenta protesto de artistas da Globo e pergunta: vão protestar contra os embargos interpostos pela emissora onde trabalham em processo de sonegação fiscal?

976 1

Altamiro Borges comenta protesto de artistas da Globo e pergunta: vão protestar contra os embargos interpostos pela emissora onde trabalham em processo de sonegação fiscal?

Por Altamiro Borges, do Blog do Miro

Protesto de atrizes globais virou motivo de piada nas redes sociais (Reprodução / Facebook)

A atriz Bárbara Paz compartilhou nesta quinta-feira (19) fotos em seu perfil do Instagram em que ela e outras estrelas da novela “Amor à Vida”, da TV Globo, estão vestidas de preto em protesto contra a decisão do STF, que garantiu o direito aos embargos infringentes aos réus do chamado caso do mensalão. “Atrizes de luto pelo Brasil”, postou a vedete, que é acompanhada nas poses por Carol Castro, Rosamaria Murtinho, Nathalia Timberg e Susana Vieira. “O que está acontecendo é um absurdo, querem desmoralizar o STF”, chiou Rosamaria Murtinho. Já que estão tão indignadas, elas poderiam aproveitar para exigir que a empresa em que trabalham pague os impostos devidos à Receita Federal.

Conforme noticiou nesta semana o sítio Consultor Jurídico, as Organizações Globo acabam de perder recurso administrativo contra uma cobrança de R$ 713 milhões do Fisco. “O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais do Ministério da Fazenda (Carf), que julga contestações a punições fiscais, rejeitou os argumentos contra a autuação da Receita Federal sobre aproveitamento de ágio formado em mudanças societárias entre empresas do grupo”. Numa das ações, a Globo Comunicação e Participações (Globopar) foi condenada por amortização indevida no cálculo do Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

“A amortização dos tributos usou o chamado ágio, valor embutido no preço de uma companhia vendida equivalente à estimativa de sua rentabilidade futura. De acordo com a lei, a empresa que compra outra tem direito de abater da base de cálculo de seus tributos o valor que desembolsou a título de ágio. Mas a Receita Federal alega que o valor da Globopar é artificial. A empresa espera análise de embargos interpostos e ainda pode recorrer à última instância do Carf”. As patéticas atrizes da TV Globo não gostaram dos embargos infringentes aprovados pelo STF. E dos embargos por sonegação fiscal na Receita Federal? Elas também vão posar de “luto” em fotos de protesto?



No artigo

1 comment

  1. Antonio Carlos Conceição Responder

    A maioria dos membros do STF votou pela aceitação dos embargos, aí a senhora Rosamaria afirma que, com isso, “estão tentando desmoralizar o STF”. Ora, então é o STF tentando se desmoralizar, pois em um órgão colegiado sua vontade é a vontade da maioria dos seus membros. Ou o STF é STF apenas contra petistas?


x